ás

Análise: Com Just Dance 2015, pra se divertir e dançar, é só começar

Games musicais costumam ter vida curta. Depois de infinitas sequências, a fórmula é usada até a exaustão. Just Dance 2015 não foge disso, e ainda que esteja fadado a sumir, esse dia não é hoje. Na mais recente versão do famoso simulador de dança, tivemos algumas melhorias em mecânicas consagradas que tornaram a jogatina um tanto quanto mais… dançante. Vista algo confortável, abra espaço na sala e faça um bom alongamento, porque a festa vai começar!

Para começar a dançar, a criação de um perfil personalizado é requerida pelo sistema, com nome, idade e avatar. Cada um dos mais de 200 avatares disponíveis representa o dançarino de algumas das músicas de versões antigas, que podem ser desbloqueados com o uso das moedas de Mojo, que são acumuladas com as estrelas recebidas na pontuação final de cada partida.

Além disso, é possível liberar avatares de dançarinos presentes na nova versão, desbloqueados à medida que as canções são tocadas pela primeira vez. Avatares exclusivos de versões antigas também são adicionados à biblioteca assim que o jogo é iniciado: o software busca dados salvos de outros títulos e importa um avatar de cada para o novo jogo.

just-dance-2015-only-you-playreplay

A coletânea de músicas de Just Dance 2015 traz desde modernas que fizeram sucesso em filmes (como “Let It Go”, de Frozen) até as mais antigas, que também fizeram sucesso no cinema (como “Holding Out For a Hero”, que marcou presença em Shrek 2). Aqui, a atmosfera tanto dos anos 80 quanto dos anos 2000 é permitida, desde que cada um se divirta à sua forma. Ao final de cada música, o jogador pode avaliar a experiência que teve enquanto dançou.

 

Repleto de novidades

Em Just Dance 2015, as coreografias viraram clipes musicais. A arte dos efeitos visuais dá um toque todo especial, deixando-as ainda mais próximas da época, do filme e da temática da canção. Os dançarinos de fundo ajudam a dar vida ao cenário. Seus movimentos variam entre coreografias originais das músicas, como visto em “The Fox (What Does The Fox Say?)”, de Ylvis, e coreografias criadas exclusivamente para o jogo, como visto em “Dark Horse”, de Katy Perry. Um diferencial em algumas canções é a câmera utilizada na gravação da coreografia, que se mostra bem eficiente com efeitos de zoom e profundidade, que dão um toque diferente à arte, aproximando mais ainda o jogador da experiência.

Aliás, pela primeira vez as coreografias dos clipes musicais originais de algumas canções são usadas na franquia. Apesar de introduzido inicialmente em Just Dance 2014, apenas seu sucessor trouxe isso como parte inerente do jogo — e não apenas em DLC. Vale lembrar que existem tanto as versões com as coreografias originais puras (como “Bad Romance”, de Lady Gaga) quanto as versões com as coreografias originais misturadas com coreografias criadas para o jogo (como “Problem”, de Ariana Grande).

just-dance-2015-problem-playreplay

Just Dance 2015 traz novamente um modo fitness, com playlists personalizadas pelos jogadores, variando apenas de tempo de exercício e quantidade de canções para cada tempo: três músicas para dez minutos, seis músicas para vinte minutos e dez músicas para quarenta minutos.

Apesar das mesmas características, o modo agora se chama simplesmente Playlist, e une algo do já conhecido fitness com o modo Non-Stop Shuffle, que apareceu em Just Dance 4 e nunca mais deu as caras. Esse modo, quando ativado, cria um looping infinito com todas as canções do jogo rolando sem parar. É só pegar um Wii Remote e sair dançando na frente da TV. A contagem de calorias é opcional, mas sua ativação ajuda no controle de exercícios físicos.

 

Soltando a voz com a galera

Quem acha que Just Dance 2015 é um jogo para apenas perder peso e dançar, está muito enganado: o título também permite a conexão de um microfone USB no console. Com isso, como as letras sempre aparecem nas partidas, no canto da tela, dá até para arriscar um karaokê. A melhor parte disso é que é possível ganhar pontos extras e, consequentemente, mais moedas com a cantoria. Vale a pena soltar a voz!

just-dance-2015-walk-this-way-playreplay

Ok, ok, cantar e dançar é realmente divertido. Mas e reunir os amigos, ou se reunir com pessoas pela internet? Ou, ainda, simular a presença de outros jogadores? Pois saiba que sim, dá para fazer tudo isso em Just Dance 2015! Nas plataformas Nintendo e PlayStation, o jogo tem suporte para até quatro jogadores, e em outras plataformas pode chegar a até seis jogadores em uma única partida.

Agora, se você preferir jogar sozinho — mas não quiser se sentir tão sozinho assim — o modo Challenger dá uma ajudinha: três pontuações de qualquer lugar do mundo são adicionadas aos lugares vagos de outros jogadores. Pode até não substituir a presença de amigos reais, mas é uma boa opção caso queira um desafio.

 

Pista de dança internacional

Introduzido em Just Dance 2014, o modo online retorna. World Dance Floor se mostrava prematuro em sua primeira versão, mas agora é muito mais estável, rápido e divertido do que seu predecessor. A cada dez jogadores, uma sala é formada sem limite de região. Canadenses, brasileiros, italianos, franceses… Todas as nacionalidades se encontram ali.

just-dance-2015-i-love-it-playreplay

O ranking acontece em simultâneo, com seus sobes e desces, e aquele que ganha pode ir para o pódio mundial, ocupando o primeiro, segundo ou terceiro lugar. Para os que ocuparem o quarto lugar para baixo, ainda assim é possível saber em que posição ficou, coisa que antes não era mostrada — e se era, era muito impreciso e confuso.

A interação com jogadores em outros países acontece, mas de forma limitada. Mensagens criadas pelo sistema podem ser enviadas pelo Control Pad, e variam entre exclamações como “Yay!”, “Lol!”, “Oh no!” e “Hey!” para o jogador enviar durante a partida para os companheiros. Finalizada a música, ao reunir as informações ao redor do mundo, mensagens aleatórias como “Legend…dary!”, de vencedores, e “Well done!”, de perdedores, aparecem automaticamente na tela para a comunidade à medida que tudo é atualizado.

A cada término de partida, um novo modo de jogo é aberto para a seguinte, permitindo a escolha de canção pela comunidade ou pelo sistema. No segundo caso, há duas possibilidades: equipes que dividem os jogadores para criar uma batalha de preferências (cachorros contra gatos, ou garotas contra garotos); ou a batalha entre dançarinos, para canções com mais de um, onde os jogadores escolhem seu favorito. Infelizmente, apenas as canções nativas aparecem no modo online (esqueça os DLCs).

just-dance-2015-holding-out-for-a-hero-playreplay

 

Comunidade da dança

O novo recurso Community Remix permite que os jogadores ocupem o lugar dos dançarinos na tela. O vídeo das performances pode ser gravado em simultâneo com o jogo, mas isso só está disponível apenas em plataformas com câmera integrada. Em outras, ainda é possível aparecer com a galera, mas é necessário gravar em câmera separada e postar no YouTube para receber a avaliação. Com os vídeos gravados e compartilhados, a comunidade escolhe as melhores performances e a produção cria um remix com os vídeos escolhidos para compartilhar a tela com a coreografia nativa. Além de ocupar um lugar consagrado, é muito engraçado ver as pessoas dançando! As votações são feitas periodicamente.

E para avisar aos jogadores da “competição” de vídeos, existe o JD Wall, que nada mais é que um mural de recados. Novas versões de jogo disponíveis, DLCs, eventos in-game… Tudo relacionado ao título é mostrado ali. Infelizmente, apesar da utilidade, o JD Wall é um pouco incômodo, pois as atualizações são frequentes e aparecem tanto ali quanto durante a navegação.

No menu principal, cada música é separada por um outro menu independente, especial para cada uma delas. Ele reúne as versões originais, alternativas e até mesmo, um ranking local com pontuações máximas de outros jogadores, que são transmitidas online para o resto da comunidade. A disponibilização das pontuação nos encoraja a melhorar nossa posição ali. Pode virar, até mesmo, um desafio pessoal, já que os rankings são atualizados semanalmente.

just-dance-2015-macarena-playreplay

“Versatilidade” é a melhor palavra para resumir Just Dance 2015. O jogo é uma boa pedida para quem busca diversão sozinho, diversão com os amigos, diversão online e até para quem quer sair do sedentarismo de uma forma divertida. A interação entre usuários melhorou, mas ainda precisa de vários ajustes, apesar de não ser algo necessário perto do que o jogo oferece para a comunidade. E fica a dica: seja qual for a opção de jogo que você escolher, é uma boa ideia ter uma garrafa de água do lado. Porque, acredite, você vai precisar.

 

[infobox color=”light”]

Just Dance 2015 – Nota: 4/5

Desenvolvedora: Ubisoft
Plataformas: Wii U, Wii, PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 3 e Xbox 360
Plataforma utilizada na análise: Wii

[/infobox]

Compartilhe

Os comentários estão fechados.