ás

Análise: Vitrum lembra Portal e, apesar dos problemas, é tão desafiante quanto

Sou grande fã dos puzzles em geral, eletrônicos ou não, desde que me entendo por gente. Adorava montar quebra-cabeças quando mais novo e sempre tive uma quedinha pelos enigmas, principalmente os que envolvem raciocínio lógico. Se gostei de Vitrum? Claro que sim, mesmo que com algumas ressalvas. E os motivos você vai descobrir logo abaixo.

 

É do Brasiiiiiil!

Vitrum é o primeiro projeto de autoria da 9heads Games, empresa desenvolvedora independente brasileira. É por esse motivo que gostamos de Vitrum? Sinceramente, não. Mas é interessante apoiar a iniciativa da produção nacional de games e mostrar para o mundo que temos capital intelectual para abastecer e fomentar um dos mercados que mais cresce, todos os anos.

A cópia para análise do game nos foi fornecida pelo Splitplay, primeiro marketplace dedicado aos games independentes nacionais, outra prova da força do mercado brasileiro. Então, moçada, fica a dica: tem coisa boa rolando por aqui e vale a pena conferir!

Vitrum_002

 

Lembra Portal em seus melhores aspectos

Puzzle 3D em primeira pessoa, nos dias de hoje, é praticamente sinônimo de Portal, obra prima da Valve. Saem os teleportes, entram os giros de gravidade, os dashes e os cristais. O nível de desafio, inclusive, é semelhante, com fases relativamente curtas que vão exigir uma análise minuciosa das opções disponíveis para se dar bem.

Vitrum_005

Em Vitrum, você é um andróide em um cenário futurista que lembra remotamente o filme O Cubo, tendo que passar por salas e chegar ao final de cada desafio sem sofrer dano. Para auxiliar (ou atrapalhar) na jornada, cristais coloridos com os mais variados efeitos estão dispostos pela fase, dando a você a opção de acumular um efeito diferente em cada mão. Exemplo: na mão esquerda você tem o poder do cristal amarelo, com a possibilidade de inverter a gravidade do cenário; ao passo que em sua mão direita, você tem o poder do cristal vermelho, que te dá o poder de um único super salto.

Vitrum_004

Como usar cada cristal, em que ordem e para fazer o quê, vai da sua capacidade de resolver problemas, com níveis que podem ser superados em segundos, até fases mais avançadas que requerem tentativa e erro. Há ainda a presença de cristais que podem te levar a morte instantânea, então é bom ficar atento, uma vez que o perigo é constante.

Vitrum_006

Ao todo, inicialmente, o game possui 45 fases, mas devo admitir que ainda não fui capaz de seguir até o fim. Por mais interessante que o game seja, também é um pouco cansativo queimar mufa por horas seguidas, e a paisagem monótona aliada a trilha sonora repetitiva não ajudam muito.

Outro problema notório está na movimentação. A tarefa de pegar uma simples caixa no chão requer a mesma precisão de se arrombar um cofre, com um ângulo específico para a ação ser realizada. Saltos milimétricos e plataformas mais distantes também acabam se tornando desafios maiores que o normal, principalmente porque há um delay entre o momento em que se pressiona o botão, até que a ação seja realizada.

 

O veredito

Vitrum é um game para curtir sem compromisso, aos pouquinhos. Pelo menos por aqui, assim será. Principalmente porque junto do game, há um editor de fases. Já pensou na possibilidade de criar seus próprios níveis e desafiar seus amigos? Pois é, você pode fazer isso e ainda avaliar as criações de outras pessoas.

O nível de desafio é alto, principalmente por ter elementos de um bom game de plataforma, além dos puzzles em si. Saltos no momento errado e lasers maliciosamente posicionados podem colocar toda a sua estratégia em risco, principalmente se você levar em consideração o atraso nos comandos, então você pode e deve se sentir desafiado a superar cada uma das fases. Vitrum é uma brisa refrescante pra quem quer exercitar a mente e poderia ter ido muito mais longe. Ainda vale a pena conferir, mesmo que por apenas alguns minutinhos antes de ir dormir.

 

[youtube id=”KeGSGxoaj-4″ width=”633″ height=”356″]

 

[infobox color=”light”]

Vitrum — Nota: 3 / 5

Desenvolvimento: 9heads Games
Plataformas: PC[/infobox]