ás

Confira nosso Top 10 Mascotes esquecidos pelo tempo

Houve um tempo na história dos games em que era imprescindível para o sucesso de um console a existência de um bom mascote. Cabia a ele representar os valores da empresa e servir como cartão de visita, estreitando laços entre fabricantes e seus consumidores. Você seria capaz de imaginar onde estaria a Nintendo hoje, não fosse pela existência de Mario e Luigi? E o que dizer de Sonic, tão importante para a ascensão (e tão marcante na queda) da Sega?

Claro que ter um mascote fofinho estava diretamente associado à ideia de que video games foram feitos para crianças, o que foi mudando com o tempo, já durante a geração 16 bits, quando Alex Kidd perdeu seu posto para um certo ouriço azul. Ainda assim, não faltaram candidatos ao posto de número um em seus respectivos consoles, então nós decidimos lembrar de dez deles nesse Top 10.

Curtiu? Então inscreva-se no nosso canal pra acompanhar nossos próximos vídeos!