Conecte-se conosco.

Destaques

Dez livros para quem deseja ser desenvolvedor de jogos digitais

Publicado

em

Como faço para ser desenvolvedor de games? Quais materiais busco para iniciar os meus estudos?

Esses questionamentos são frequentes para quem deseja atuar nessa área. Nesse sentido, trouxe aqui 10 publicações – a maior parte em português – para você que deseja iniciar no segmento de jogos digitais. Algumas são mais gerais; outras mais focadas em uma área específica.

Vamos dar uma olhada nos livros que selecionei.

introducao-ao-desenvolvimento-de-games


Coleção Introdução ao Desenvolvimento de Games – Steve Rabin

Essa coleção está composta por 4 livros, dando uma noção de todo o processo que envolve desenvolver um jogo digital. O primeiro dá uma base na área de jogos digitais como terminologias, história dos jogos, gêneros e outros conhecimentos preliminares.

Já o segundo, foca nos aspectos da programação do jogo. O terceiro trata dos aspectos estéticos musicais e de arte. O último fala da produção, marketing, comercialização e direitos autorais, dando uma visão mais dos departamentos fora da produção do jogo em si.

Vale a pena conferir.

manual-producao-jogos-digitais

Manual de Produção de Jogos Digitais – Heather Maxwell Chandler

Assim como o anterior, também dá uma visão de todas as áreas que envolvem o desenvolvimento de jogos digitais.
Gosto dele porque ele aprofunda algumas especificidades como uma parte só sobre os MMOs, por exemplo. Ou ainda como realizar processos de dublagem em jogos digitais ou boas práticas de comunicação.

Logo, ele é uma referência que vale a pena ser explorada.

desenvolvimento-de-games

Desenvolvimento de Games – Jeannie Novak

Também mostrando uma visão geral do setor, traz muito da experiência dela e os diversos setores das áreas de produção de jogos digitais.

Acho um livro mais didático, ilustrado e organizado, comparando o segundo que apresentei e o primeiro em 4 volumes. Gosto muito dele como um glossário para consulta rápida de temas da área.

O assunto é mais compacto devido a isso, mas um ótimo ponto de partida.

homo-ludens

Homo Ludens – Johan Huizinga

É um livro de filosofia, mas que trata do jogo como elemento na sociedade. A compreensão de jogos não é nova. Homo ludens trata disso com especificidade, menciona a importância dele na sociedade e em outras áreas de conhecimento.

Vale a leitura e reflexão, pois foi uma publicação bem antiga que se dedicou a falar de jogos com exclusividade.

theory-of-fun

Theory of Fun for Game Design – Raph Koster

O autor traz um entendimento de como nosso cérebro processa o reconhecimento de padrões, foco no que é mais importante e vai conduzindo isso a uma relação entre diversão e aprendizado nos jogos digitais.

O livro é bastante ilustrado, bem descontraído e você vai adorar isso.

É uma referência muito importante na área, principalmente nos aspectos de diversão, mas está em inglês.

regras-do-jogo-colecao

Coleção Regras do Jogo – Katie Salen e Eric Zimmerman

Outra coleção bem importante que traz conceitos básicos na concepção de jogos digitais. Eles dividem em 4 volumes: um sobre os fundamentos de projeto de jogos; outro sobre regras; um sobre interação lúdica e a experiência que o designer deve criar ao jogador; e, por último, a cultura dos jogos digitais.

Bem organizado, traz de maneira conceitual vários assuntos de diferentes áreas do conhecimento que contribuem no projeto de jogos digitais com qualidade. Citam muitas referências, tem estudos aprofundados na área e, ao final, tem um jogo na prática, mostrando esses conceitos.

Referência excelente para quem deseja elaborar um game bacana.

the-art-of-game-design

A Arte de Game Design – Jesse Schell

Esse livro é uma das melhores referências sobre game design. Ele trabalha projeto de jogos digitais como lentes, cada uma mostrando diretrizes de como trabalhar essa lente nos projetos de jogos digitais, o contexto onde ela está inserida, recomendações e tudo mais.

Bem divertido e de bom conteúdo, o livro também conta com um aplicativo gratuito para ter acesso a essas lentes, um resumo do que é visto no livro para consulta rápida.

Também gosto bastante da organização dele por meio de mapas mentais. Você vai construindo o conhecimento e as relações de cada termo em cada capítulo lido. Muito bom.

Uma pena a versão em português ter esgotado, mas em inglês tem.

design-de-games-paul-schuytema

Design de Games – Paul Schuytema

O autor apresenta, de uma forma mais rápida e prática, os assuntos de game design. O livro já diz: uma abordagem prática.

Ele intercala os chamados átomos do game design com um software que ele mesmo criou em Lua para você pôr em prática os conceitos vistos. Também tem um jogo exemplo para ver isso na prática.

Gosto do caráter objetivo e prático do livro, só não acho muito aplicável o engine que ele usa. Mas os conceitos e vivências são muito válidos para iniciantes. Vale a pena conferir.

level-up-scott-rogers

Level UP – Scott Rogers

Esse livro é muito descontraído e ilustrado. Você nem vai achar que é um livro técnico. Desse modo, o Scott conquista você para desbravar o game design. De maneira bem objetiva e prática, ele vai apontando diretrizes para cada etapa.

Considero o livro mais divertido e fácil de entender da área do game design, além de vasta exploração do tema. A experiência do autor é muito grande no segmento.

Outra boa dica para vocês.

Beginning-OpenGL-Game-Programming

Beginning OpenGL Game Programming – Luke Benstead

Coloco esse livro aqui para você que deseja fazer algo prático desenvolvendo games.

Gosto da organização do livro, OpenGL tem várias aplicações, além de games, é ensinado na academia e isso facilita um pouco para vocês. Até porque existem engines que o usam como base.

O nome do livro já diz tudo: começará bem do básico para você aprender a fazer um game. Vale a pena olhar, até porque OpenGL material também não falta na internet.

logo-fabrica

Claro que existem outros livros que não mencionei. Afinal, as publicações são diversas.

Também é legal acompanhar artigos e tutoriais dos mais diversos pela internet, sejam em português ou inglês. Comece com ferramentas práticas e rápidas como Construct 2 e RPG Maker. Depois que tiver conceitos sólidos de programação e lógica, parta para Unity ou Game Maker.

Outra questão é vencer o medo do inglês e encarar referências nesse idioma. É essencial nessa área, como já comentei em alguns artigos.

Seja feliz e deixe a sua sugestão de livro para nós também. =)

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (UDESC), Pós-Graduado em Docência para Educação Profissional (SENAC), MBA em Game Design (Universidade Positivo) e Mestrando em Tecnologias da Informação e Comunicação (UFSC). Foi redator do portal Nintendo Blast, professor do Senac/Senai e Game Designer/Sócio-Fundador do estúdio Céu Games por 6 anos. Atualmente, é professor do Curso de Tecnologia em Jogos Digitais (UNESC) e escritor. Fã da série Megaman e jogos de plataforma em geral.

Destaques

Kingdom Come: Deliverance | Os 5 melhores mods para o jogo

Kingdom Come conta com mods que podem consertar problemas do jogo ou que simplesmente contornar mecânicas irritantes.

Publicado

em

kingdom come capa

Apesar de ter sido lançado há pouco tempo, Kingdom Come: Deliverance já se mostrou ser um grande sucesso, especialmente entre os fãs de RPG que queriam algo diferente dos clichês de sempre.



É claro que um jogo deste porte e com tantos jogadores ativos acaba apresentando diversos problemas e algumas mecânicas que não agradam todo mundo.

Felizmente, os jogadores de PC podem contar com modificações feitas especificamente para resolver esses probleminhas. Você pode conferir nossa lista dos cinco mods mais úteis para Kingdom Come logo abaixo!


5. Faster Arrows

Em Kingdom Come: Deliverance, você só conta com armas reais, então aqueles que dão preferência a um estilo de combate de longa de distância, podem acabar gostando de lutar mais com um bom e velho arco e flecha.

O único problema é que o sistema de arco e flecha do jogo não é tão realista assim e as flechas são bem mais lentas do que deveriam ser. Para resolver isso, você pode usar o mod “Faster Arrows”, que ajusta a velocidade das flechas de modo mais aproveitável. Clique aqui para baixá-lo.

4. Cheap Training

Assim como em muitos outros RPGs, você pode pagar por treinamentos para melhorar certas habilidades, mas isso é algo extremamente caro em Kingdom Come.

É claro que você pode fazer bastante dinheiro no jogo, mas isso certamente vai demorar dezenas de horas. Para não sofrer tanto com o preço dos treinamentos no início do game, basta usar o mod “Cheap Training”. Ele diminui o preço para 50% ou 10% do valor original, dependendo do que você preferir. Clique aqui para baixá-lo.

3. Unlimited Weight

O mod “Unlimited Weight” é bem mais superficial e serve para aqueles que não gostam de lidar com sistemas de peso em jogos deste tipo. Basicamente, você pode carregar o que quiser sem se preocupar com o peso dos itens. Você pode clicar aqui para baixar o mod.

2. Sectorial Lockpicking

Quem já jogou qualquer game mais moderno da Bethesda sabe o quanto seus minigames de fechadura são irritantes, mas elas são toleráveis quando você aprende exatamente como elas funcionam.

Já o sistema que implementaram em Kingdom Come consegue ser ainda pior e até os desenvolvedores do game já prometeram sua alteração em uma atualização futura. Enquanto isso não acontece, você pode usar o mod “Sectoria Lockpicking”, que deixa o minigame mais viável sem modificá-lo de maneira extrema. Clique aqui para baixá-lo.

1. Unlimited Saving

Por fim, não dava para deixar de fora um dos mods mais úteis que foram disponibilizados até agora para Kingdom Come. Se você já jogou o título, deve ter percebido que não dá para salvar a qualquer momento, já que você precisa usar o item “Saviour Schnapps” toda vez que quiser fazer isso.

Como você só tem um número limitado deste item, acaba sendo irritante ter que esperar o jogo chegar em um checkpoint (para salvar sozinho) e tomar cuidado extra para não perder o progresso de horas por algum problema do próprio game, que ainda é bem instável. Felizmente, o mod “Unlimited Saving” resolve isso e permite que você salve a qualquer momento e lugar. Baixe-o neste link.

Continue lendo

Destaques

Venha fazer um Book Tour pelo mangá oficial de Splatoon

Publicado

em

A Nintendo começou a publicar um mangá oficial de Splatoon a partir de dezembro de 2017 nos Estados Unidos. Apesar de ainda não existir uma versão nacional, o livro está disponível tanto para importação como para venda diretamente pela Amazon nacional através deste link. No vídeo de hoje te convidamos a fazer um passeio detalhado pela obra. Basta clicar no player abaixo!


Veja também:


Escrito e desenhado por Sankichi Hinodeya, o mangá foi publicado originalmente no Japão através da Korokoro Comics em 2016, e depois traduzido e lançado nos Estados Unidos pela Viz Media em 2017.

Por enquanto, apenas o primeiro volume está disponível, mas a edição 2 já tem data marcada de lançamento para março de 2018, enquanto o volume 3 sai em junho de 2018.


Os três primeiros volumes são focados no jogo Splatoon de Wii U, enquanto o volume 4 já começa a mostrar a mitologia e personagens de Splatoon 2, um dos principais jogos do Nintendo Switch.

Depois de ver o vídeo, não esqueça de contar o que achou do mangá nos comentários aqui embaixo! Aliás, por que não aproveita e diz pra gente se você já leu ou se tem vontade de ler o mangá também?

Continue lendo

Destaques

Yellow e Red: uma opção simples para filas e banheiros

Puzzles simples, minimalistas e divertidos compõem dois apps que são uma ótima pedida para estarem no seu celular.

Publicado

em

“Entre diariamente para ganhar ítens bônus!”. “Aproveite essa oferta especial de 30 reais que vai acabar daqui duas horas!”. “Quer acelerar essa construção? Faça uma microtransação!”. Quer saber? Na maioria das vezes, eu acho tudo isso um pé no saco. Eu só queria um joguinho simples pra passar um tempo na fila ou fazendo as necessidades no banheiro.

E eu entendo como o mercado mobile tá crescendo e recebendo títulos mais robustos, mas não é pedir muito isso, não? Felizmente, yellowred são duas pequenas pílulas de puzzles que vão servir exatamente pra isso.

Basicamente, cada app é um conjunto de 50 enigmas minimalistas, que são resolvidos apenas utilizando com toques na tela do celular. Reconhecer padrões, resolver desafios lógicos e repetir sequências são alguns dos jeitos que o designer Bart Bonte encontrou para basear os puzzles.

yellow

yellow

Nada de microtransações, notificações indesejadas ou outros sistemas que estamos acostumados. No máximo, um sistema de dicas simples, caso você fique preso em alguma parte, mas que não vai te ajudar em alguns casos e vai te dar todas as respostas em outros. Nenhum dos enigmas são extremamente difíceis, então, recomendo que você vá no seu próprio ritmo.


yellow é um bom ponto de entrada para começar a entender o estilo do jogo e red funciona mais como um segundo desafio, que consegue, inclusive, utilizar conceitos já estabelecidos e usá-los de maneiras diferentes. Mesmo que sejam relativamente curtos, principalmente se você já gosta do estilo, valem a pena. Gratuito, interessante, divertido e minimalista: bem melhor que o rótulo daquele condicionador.

red

red


yellow e red são jogos desenvolvidos pelo belga Bart Bonte e estão disponíveis gratuitamente para Android (yellow/red) e iOS (yellow/red). Ambos os jogos permitem pagamento para retirar os anúncios, que vão aparecer entre uma dica e outra, e para apoiar o desenvolvedor.

Quer conhecer outros jogos gratuitos e inovadores para jogar e aproveitar muito? Dê uma olhada na nossa coluna Free to Play!

Continue lendo

Últimas notícias

Burnout Paradise Remastered Burnout Paradise Remastered
Games5 horas atrás

Burnout Paradise Remastered | Jogo chega aos consoles em março

A versão remasterizada de Burnout Paradise já era esperada há algum tempo, mas a EA só confirmou o lançamento hoje.

Anime5 horas atrás

Star Wars | Animador de One Punch Man recria luta entre Obi-Wan e Darth Maul

Arifumi Imai também trabalhou como animador em Attack on Titan e Guilty Crown

Cinema6 horas atrás

Pantera Negra | Filme já superou a bilheteria americana total de Liga da Justiça

Em menos de uma semana o novo filme da Marvel atropelou o flop da DC nos EUA

Música8 horas atrás

Sade | Cantora participará da trilha de Uma Dobra no Tempo com nova música

Foi divulgada a tracklist completa da trilha sonora do novo filme da Disney

Notícias9 horas atrás

Jessica Jones | Novo trailer da Netflix destaca terapia da heroína

Novos episódios estreiam em Março na Netflix

kingdom come kingdom come
Games10 horas atrás

Kingdom Come: Deliverance | Modo de salvar o jogo deve mudar em breve

Os desenvolvedores do game estão planejando um recurso de "Salvar e Sair", mas não há previsão de quando isso acontecerá.

Games12 horas atrás

League of Legends | Flamengo estreia com vitória

Mengão estreia no Circuito Desafiante de League of Legends vencendo a IDM Gaming

doom capa doom capa
Games12 horas atrás

Doom | Versão do Switch recebe controles de movimento

Depois de alguns desde seu lançamento, os jogadores de Doom finalmente terão uma alternativa melhor para mirar no Switch.

Notícias13 horas atrás

The Walking Dead | Criador queria que Rick perdesse a mão na série de TV

"Eu quero cortar fora a mão do Rick"

Cinema13 horas atrás

Star Wars | Blu-ray de Os Últimos Jedi ganha data e trailer

Star Wars The Last Jedi estará disponível em Download e Blu-Ray já em março

Anime14 horas atrás

Sword Art Online | Terceira temporada cobrirá todo o arco Alicization

Nova temporada cobrirá do nono ao 18º volume das light novels

Cinema14 horas atrás

Sharknado | Sexto filme vai misturar nazistas com dinossauros

Série trash do canal Syfy ainda encontrará um espacinho para a Arca de Noé em sua trama

Cinema15 horas atrás

Blade Runner 2049 | Rutger Hauer não queria que filme existisse

Vilão do filme não ficou satisfeito ao ver uma sequência do clássico cult ganhar forma

Games1 dia atrás

Switch | Acessório transforma o console da Nintendo em um mini arcade

Agora você já pode dar uma surra de Hadoukens nos amigos simulando fliperamas em casa

Cinema1 dia atrás

Hebe Camargo | Andréa Beltrão interpretará a apresentadora nos cinemas

Cinebiografia da saudosa apresentadora ainda não tem uma data de estreia definida

Em alta