ás

Nintendo anuncia jogo para smartphones e novo serviço de contas de usuários

Hoje pela manhã, a Nintendo anunciou algumas de suas novidades para o ano que vem e, como já era esperado, falou sobre o aguardado título para smartphones. Visando ajudar pessoas tímidas a se comunicar, o game free-to-play Miitomo vai permitir aos usuários criar seus próprios Miis e trocar mensagens com outros jogadores.

Pelas informações até agora divulgadas, Miitomo parece uma evolução de Tomodachi Life, lançado por aqui em junho de 2014 para Nintendo 3DS. O game vai funcionar como uma espécie de rede social e tinha lançamento esperado para ainda este ano, mas foi adiado para março de 2016. Segundo Tatsumi Kimishima, presidente da Nintendo, o adiamento visa permitir à empresa trabalhar melhor na divulgação de seu novo produto.

nintendo-miitomo-playreplay-01

Miimoto é o primeiro de cinco games que a Big N pretende lançar até o março de 2017 e, apesar de ser um free-to-play, vai contar com microtransações. Os outro quatro jogos restantes não serão gratuitos.

nintendo-miitomo-playreplay-02

Para se divertir com Miitomo, os jogadores deverão fazer um cadastro no novo serviço de contas da Nintendo, o Nintendo Account. Também anunciado hoje cedo, o serviço permite cadastro com contas do Twitter, Facebook, Google+, email ou Nintendo Network ID e poderá ser acessado via computadores, smartphones, tablets e consoles Nintendo.

nintendo-account-playreplay-01

O Nintendo Account vai manter as informações dos usuários armazenadas em servidores em nuvem e vai contar com funcionalidades como listas de amigos e integração entre dispositivos. Além disso, o serviço deve presentear os jogadores com conteúdo para download esporadicamente e descontos em jogos como presente de aniversário, por exemplo.

Para aqueles com saudades do Club Nintendo, segundo o anúncio da Big N, o Nintendo Account deve funcionar de maneira semelhante. Ao jogar e comprar novos games, os usuários receberão pontos que poderão ser trocados por DLCs, descontos ou brindes físicos de merchandise. A empresa também pretende presentar os usuários com benefícios em parques temáticos, cinemas e lojas.

nintendo-account-playreplay-02

Parece bom demais pra ser verdade, né? Bem, tudo isso deve funcionar muito bem no Japão e ser reproduzido de maneira satisfatória nos Estados Unidos e Europa. Mas e aqui no Brasil, você se pergunta. Pois é, por aqui não deve rolar mesmo.

A começar pela falta de representação da Nintendo no Brasil. A empresa foi embora do nosso mercado, suspendeu suas operações, e praticamente todos os seus produtos comercializados no Brasil chegam por aqui por meio de importadoras. Foi-se o tempo em que a Big N tinha escritórios no nosso país, com parceiros e representantes brasileiros.

Se nem mesmo a eShop, a loja digital da Nintendo, tem uma versão nacional, imagina um clube de vantagens. Então não, não devemos ter nada disso disponibilizado oficialmente para o nosso mercado. Provavelmente os interessados em participar do Nintendo Account para ganhar brindes terão de usar o famoso “jeitinho brasileiro” para se cadastrar e receber pelo menos os brindes digitais e descontos nos jogos.

Ainda que interessantes, as novidades não se aplicam totalmente à nossa realidade e ao nosso mercado. Só nos resta torcer para que a situação melhore e a empresa volte a atuar oficialmente em território brasileiro.

Compartilhe

Os comentários estão fechados.