ás
Comentários | 23834

Tudo o que você precisa saber para jogar The Witcher 3: Wild Hunt

Criada na década de 1990 pelo autor polonês Andrzej Sapkowski, The Witcher surgiu como uma série de contos sobre um mundo de fantasia onde poderosos guerreiros com poderes mágicos lutam contra a crescente ameaça dos monstros em prol do bem da humanidade.

De lá pra cá, a série já ganhou adaptações para o cinema e a TV poloneses, além de também ter estampando as páginas de histórias em quadrinhos e se tornado interativo com o lançamento dos incríveis jogos pelas mãos da galera talentosa da CD Projekt Red, desenvolvedora de games polonesa com base em Varsóvia.

Como os dois primeiros games não chegaram às plataformas PlayStation e somente The Witcher 2: Assassins of Kings foi lançado para Xbox 360, com a chegada de The Witcher 3: Wild Hunt para PlayStation 4, Xbox One e PC, surge aquele velho questionamento: afinal de contas, o que eu preciso saber antes de cair de cabeça no novo game da série?

Com isso em mente, montamos esse especial com as principais informações que você precisa saber antes de começar a jogar The Witcher 3: Wild Hunt! Mas lembre-se: esse texto contém spoilers dos dois primeiros Witchers!

Quem são os Witchers?

the-witcher-3-witchers-playreplay
Os Witchers são bruxos treinados desde crianças para combater monstros e criaturas sombrias. Por se tratarem de humanos, eles passam por um processo de mutação que concede mais força, agilidade e algumas habilidades e mágicas especiais mas que, por outro lado, resulta em esterilidade. Dessa forma, por não serem capazes de gerar filhos, os bruxos acabam adotando crianças — que normalmente são treinadas assim como seus pais.

Existem quatro grandes escolas de bruxos no mundo de The Witcher: a Escola do Lobo, a Escola do Gato, a Escola do Grifo e a Escola da Víbora. É nesses lugares que jovens são transformados em bruxos e passam por rigorosos treinamentos.

Na série, os bruxos se tornaram importantes ferramentas da humanidade (ainda que sejam odiados por boa parte dela) depois da Conjunção das Esferas, o evento cataclísmico que uniu dimensões em um só mundo, obrigando raças como anões, gnomos, elfos, humanos e monstros de todo o tipo a conviverem entre si — e nem sempre de forma pacífica. Foi esse mesmo evento quem trouxe ao mundo a mágica, elemento bastante importante na série The Witcher.

Preciso ler os livros para entender o jogo?

the-witcher-3-livros-playreplay
Não, não é necessário ler os livros para não se perder no enredo do jogo. Os games, na verdade, servem como uma espécie de continuação das obras de Andrzej Sapkowski.

O mundo de The Witcher

the-witcher-3-mundo-playreplay
O imenso mundo de The Witcher abriga diversas localidades importantes, cada uma com suas peculiaridades e histórias próprias. Para te preparar para uma nova aventura em The Witcher 3: Wild Hunt ou ajudar a compreender melhor sua empreitada já iniciada, relacionamos abaixo as principais áreas do jogo.

O Continente

As aventuras de The Witcher se desdobram n’O Continente, uma imensa área dividida entre os Reinos do Norte e o Império de Nilfgaard.

Os Reinos do Norte

Obviamente, os Reinos do Norte englobam os Estados do norte do mapa d’O Continente que, mesmo com uma outra diferença e atritos pontuais, são fortes aliados contra o Império de Nilfgaard.

O Império Nilfgaard

É o grande império do sul d’O Continente e lar dos cavaleiros negros, os vilões da série The Witcher. Embora tenha assinado um tratado de paz com os Reinos do Norte, as forças do Império de Nilfgaard marcharam para a guerra em direção ao norte no final de The Witcher 2.

Kaer Morhen

Lar dos bruxos da Escola do Lobo, a fortaleza de Kaer Morhen foi invadida por um grupo de indivíduos que eram contra a existência dos bruxos. Durante o cerco, todos os estudiosos, estudantes e vários bruxos foram mortos em uma brutal chacina da qual pouquíssimos sobreviveram.

Quem é quem em The Witcher

the-witcher-3-personagens-playreplay
Embora The Witcher 3 apresente cada um dos personagens por meio de um glossário e algumas sequências de flashback, relembrar é viver (e não custa nada começar o novo jogo já com alguma bagagem acumulada).

Geralt de Rívia

O protagonista da série The Witcher é um poderoso bruxo de cabelos prateados. O processe de mutação de Geralt foi tão violento que além de transformá-lo em um dos mais fortes bruxos da série o deixou ainda com cabelos brancos no processo.

Quando criança, Geralt foi abandonado por sua mãe na fortaleza da Escola do Lobo, o local conhecido como Kaer Morhen, onde foi treinado e transformado em no bruxo conhecido como o Lobo Branco.

Ciri

A bela moça de cabelos brancos vista nos trailers foi adotada por Geralt quando ainda criança. Ciri foi treinada para ser uma bruxa em Kaer Morhen, mas não chegou a sofrer nenhuma mutação.

Graças às suas habilidades, Ciri tem papel fundamental na trama de The Witcher 3: Wild Hunt.

Triss Merigold

Grande amiga e por vezes amante de Geralt, Triss é uma feiticeira muito poderosa que acompanha o Lobo Branco nos dois primeiros jogos.

Yennefer de Vengerberg

Grande amor de Geralt nos livros, Yennefer faz sua primeira participação nos jogos no terceiro The Witcher. Assim como Triss, Yennefer é uma feiticeira de alta classe e tem grande amor por Ciri, de quem cuida como uma filha e ajuda a treinar suas habilidades mágicas.

Dandelion

Famoso bardo que segue Geralt em diversas de suas aventuras, as quais Dandelion usa como inspiração para suas canções.

Vesemir

Um dos mais experientes bruxos de Kaer Morhen, Vesemir serve como uma espécie de figura paterna para Geralt. Tem grande conhecimento sobre monstros, além de ser um exímio guerreiro. Vesemir sobreviveu ao cerco a Kaer Morhen.

Letho de Gulet

Bruxo da extinta Escola da Víbora, Letho se aliou a feiticeiras e ao império de Nilfgaard com a função de assassinar os reis dos Reinos do Norte e desestabilizar a política da região. Dependendo das suas escolhas em The Witcher 2 (ou em um determinado diálogo em The Witcher 3), Letho pode estar ou não morto.

Síle de Tansarville

Síle é uma feiticeira que inicialmente se aliou a Geralt, mas em seguida se revelou como aliada de Letho em sua missão de matar os reis. Assim como Letho, também pode ou não estar morta dependendo das suas escolhas.

Philippa Eilhart

É a poderosa líder das feiticeiras e uma importante personagem tanto nos livros quanto em The Witcher 2.

A trama

the-witcher-3-recap-playreplay
Embora a história de The Witcher se desdobre em diversas mídias — em especial nos livros —, neste artigo vamos resumir somente a trama dos dois primeiros jogos para ajudar novos aventureiros a entender melhor suas jornadas em The Witcher 3.

The Witcher

A história de The Witcher é relativamente simples e começa com Geralt de Rívia, sem memórias de seu passado — o que possibilitou à equipe da CD Projekt Red trabalhar com mais liberdade, sem precisar se prender demais à trama dos livros —, que precisa lidar com um grupo conhecido como Salamandra. Boa parte do jogo se resume a caçar os indivíduos desse grupo, que atua como principais antagonistas da história.

Após a Salamandra roubar o mutagênico usado na criação de bruxos, Geralt precisa encontrar e matar Jacques de Aldersberg, um homem que almeja criar um exército de super soldados usando a fórmula dos bruxos.

Ao final do game, Geralt impede o assassinato do Rei Foltest de Temeria e descobre que o assassino também é um bruxo.

The Witcher 2

A tentativa de assassinato de Foltest não foi um ato isolado, e outros reis dos Reinos do Norte não tiveram a mesma sorte que o governante de Temeria: ao longo da região, diversos reis estão sendo assassinados subitamente. A intenção é de desestabilizar o norte e facilitar uma invasão por parte do Império de Nilfgaard vindo do sul.

Desde o princípio fica evidente que a história de The Witcher 2 é muito mais complexa e elaborada que a do jogo anterior, e são os acontecimento deste game que têm relevância para o desenrolar da trama de The Witcher 3. Portanto, é importante saber o que rolou no segundo game para saber exatamente o que responder no início de Wild Hunt nas versões para PS4 e Xbox One (e na de PC, se você não jogou os games anteriores).

No início do jogo Geralt de Rívia está preso. O bruxo é mantido encarcerado por Vernon Roche, o líder do serviço secreto de Temeria. Somos então apresentados ao prólogo do game, que mostra que Geralt se tornou guarda-costas de Foltest após a tentativa de assassinato.

O Lobo Branco então segue Foltest rumo ao castelo da Baronesa Mary Louisa La Valette, mãe de seus dois filhos bastardos. O Rei de Teméria quer a guarda das crianças e, durante a invasão ao castelo, Geralt encontra Aryan La Valette, o filho mais velhos da Baronesa. É dada ao jogador a opção de matá-lo ou rendê-lo, e essa é a primeira escolha a ter influência sobre a trama de The Witcher 3.

Após a tomada do castelo, Foltest toma as crianças e sofre outra tentativa de assassinato… e dessa vez não escapa. O assassino escapa e a culpa cai sobre Geralt, que é levado preso. Em seu cárcere, o bruxo relata os acontecimentos a Vernon Roche, que acredita em sua versão dos fatos e decide ajudá-lo a caçar o verdadeiro criminoso.

A dupla se junta a Triss Merigold e sai em uma jornada em busca do assassino dos reis. Eles descobrem que o criminoso é Letho de Gulet, um bruxo da Escola da Víbora. Ao se depararem com o assassino pela primeira vez, Letho sequestra Triss e foge. E aqui o game dá ao jogador a opção de seguir com Vernon ou se aliar a Iorveth e os Scoia’tael, um grupo de não-humanos que pregam a igualdade entre as raças. Essa escolha é a segunda a impactar na trama de Wild Hunt.

Se aliado a Vernon, Geralt luta a favor do Rei Henselt; se aliado a Iorveth, o bruxo luta ao lado de Saskia, a líder dos rebeldes e aliada dos Scoia’tael.

Após este evento, Geralt continua sua busca por Letho e chega a Loc Muinne. Caso o bruxo tenha se aliado a Vernon de Roche, a história segue rumo ao resgate de Anaïs, a última filha viva de Foltest (os demais morrem ao longo da trama) e única herdeira do trono de Temeria. Por outro lado, se a aliança foi feita com Iorveth, Geralt sai no resgate de Philippa Eilhart, a líder das feiticeiras.

Triss sobrevive ao sequestro independente da opção do jogador, e essa é a terceira escolha a impactar na história de The Witcher 3.

Ao final do jogo, um conclave visa decidir o que vai ser dos Reinos do Norte sem alguns de seus principais reis. Durante a reunião, Saskia (sob a influência de Philippa Eilhart) se transforma em dragão e inicia um ataque ao local, levando Síle de Tansarville a recorrer ao seu dispositivo de teletransporte para fugir do local.

Geralt sabe que a máquina está com problemas e que Síle pode morrer no processo de teleporte, e é dada ao jogador a opção de alertá-la ou não. Essa opção é levada em conta no terceiro jogo.

Após vencer o dragão, Geralt finalmente encara Letho e tem a opção de matá-lo ou poupar sua vida. Essa é a última ação de The Witcher 2 a refletir na trama de Wild Hunt.

the-witcher-3-geralt-playreplay

Esperamos que este artigo te ajude em sua aventura pelas terras de The Witcher 3! ;)

Os comentários estão fechados.