ás

Prévia: Natural Doctrine será um prato cheio para estrategistas hardcore

Desenvolvido no Japão pela Kadokawa Game Studio e trazido para o Ocidente pela NIS America, Natural Doctrine é um RPG tático que será lançado no dia 30 deste mês. O título, dirigido por Atsushi Li, que também foi diretor no desenvolvimento de Patapon (PSP), promete começar a saciar a sede por RPGs japoneses de estratégia no PlayStation 4, mas marcará presença também no PS Vita e no PS3, inclusive fazendo uso de um sistema cross-play e cross-save entre estas três plataformas da Sony.

 

Nós pelo petróleo, eles pelo Pluton

O jogo se passará num mundo de fantasia medieval mórbido e caótico, onde humanos, lagartos, minotauros e duendes malignos se digladiam ferozmente. Todas essas batalhas parecem ter sua motivação girando em torno de uma única coisa: a poderosíssima fonte de energia conhecida como Pluton, que é utilizada até mesmo na conjuração de magias.

NAtURAL DOCtRINE_20140715151859

Dito isso, a missão de Jeff, o guerreiro protagonista da história, será justamente a de se unir a outros combatentes para tentar derrotar uma ameaça maligna; e com isso garantir o fluxo de acesso da humanidade a esse tão valioso recurso.

 

Visual simples e jogabilidade robusta

Logo de cara já podemos perceber que Natural Doctrine não impressionará ninguém com seus gráficos. Contudo, seu sistema de personalização de classes de personagens robusto e a interação inusitada disso com o sistema de combate parece ser algo que fará o jogo brilhar na mente dos amantes do gênero RPG tático.

O gameplay será similar ao de jogos de franquias como Final Fantasy Tactics, Disgaea e Tactics Ogre Battle. As batalhas se travarão em um mapa que se assemelha vagamente a um grande tabuleiro de xadrez e você deverá customizar sua equipe de combatentes de acordo com a configuração da equipe oponente.

NAtURAL DOCtRINE_20140715143443

Contudo, apesar de a jogabilidade ter essa base tradicional já há muito utilizada, ela também parece introduzir conceitos bastante inovadores. Dentre estes eu poderia citar o sistema de customização sempre dinâmico da árvore de habilidades dos personagens e também a possibilidade de se configurar formações de combate através do agrupamento de combatentes em áreas específicas do campo de batalha.

Esses novos elementos de jogabilidade tornam o combate muito mais robusto e estratégico, mas também elevam consideravelmente o nível de dificuldade das batalhas. Principalmente quando se leva em conta que a inteligência artificial dos inimigos não é nada fraca. Mas dificuldade elevada nem sempre é uma coisa ruim, não é mesmo? Sim, Dark Souls, estou olhando para você.

NAtURAL DOCtRINE_20140715134802

 

[infobox color=”light”]

Multiplayer

Para comprovar a confiança que a desenvolvedora tem na robustez do sistema de combate de Natural Doctrine, um dos atrativos maiores pretendidos para o jogo estará em seu modo multijogador com suporte a cross-play, dentro do qual jogadores das três plataformas da Sony poderão se enfrentar em duelos tensos e estratégicos.

Ao que parece, nesta versão do jogo os membros da sua equipe de batalha poderão ser humanos e não-humanos, que serão representados por cards que podem ser aprimorados e subir de nível.[/infobox]

 

Mudanças na versão ocidental

Natural Doctrine já foi lançado no Japão desde abril deste ano, e apesar de muitos reconhecerem o potencial que há em seu gameplay, por lá o título foi bastante criticado por ter poucos checkpoints e por ser de uma dificuldade quase imperdoável. Pois é. Já dá para perceber que esta é uma combinação de fatores bem perigosa e que pode gerar muitas frustrações, não é mesmo?

natural-doctrine-preview-playreplay-004

Pois então, diante dessa situação, a desenvolvedora decidiu que a versão ocidental do game terá a inclusão de um modo Easy (que nem deve ser tão fácil assim) e um número maior de checkpoints espalhados pelas missões. Com isso, ao que parece, dois dos pontos mais criticados do game serão “consertados”, o que deve facilitar e muito o desenrolar do game.

 

Quem sabe uma joia bruta

Com um visual simples e uma jogabilidade robusta e cheia de detalhes, Natural Doctrine parece ser o tipo de jogo que não chama a atenção logo de cara, mas que cativa o jogador ao longo do tempo por suas singularidades divertidas, complexas e desafiadoras. É quase certo que este título chegará ao Ocidente sem receber muitos holofotes, mas se você for um apreciador do gênero, é mais que recomendado que você fique de olho na sua data de lançamento.

natural-doctrine-preview-playreplay-001

 

[infobox color=”light”]

Natural Doctrine

Plataforma: PS3/PS4/PS Vita
Desenvolvimento: Kadokawa Game Studio
Distribuição: NIS America
Lançamento: 30/09/2014

Expectativa: Média[/infobox]

Compartilhe