Conecte-se conosco.

Cinema

Thomas Lá, Dá Cá #2: Em Defesa de Pixels

Publicado

em

Ah, a Internet. Guardiã eterna dos bons costumes, e ai de quem ousar questioná-la! Uma terrinha mágica onde as coisas tem o incrível poder de virar verdade absoluta num piscar de olhos. Experimente entrar numa rodinha de conversa e afirmar algo que vai contra aquilo que o universo virtual já estabeleceu como dogma e eu garanto que o resultado não vai ser muito agradável.

“Como assim você se amarrou no final de Lost? Não sabe que estava todo mundo morto?!”

“Não tem Breaking Bad e Game of Thrones entre suas séries favoritas? Alienado!”

“Se divertiu com Quarteto Fantástico? Não sabe nada de cinema!”


lostfinale

“Desculpa filho, mesmo eu te falando que tudo que rolou na Ilha foi real, a internet decidiu que estava todo mundo morto o tempo inteiro”

Provavelmente, caso você tenha um pingo de personalidade, algo assim já deve ter acontecido com você.

Uma vez que a internet decide algo, expressar publicamente o senso comum se transforma num gerador instatâneo de curtidas e popularidade. Do outro lado da moeda, naturalmente, ir contra a corrente não te torna exatamente a pessoa mais popular da rodinha.

Embora o posto tenha sido usurpado recentemente pelo último filme da família fantástica da Marvel FOX, até pouco tempo atrás o título de campeão absoluto do ódio virtual era a comédia Pixels. Colecionando um número risível e surreal de críticas negativas (nesse segundo avaliado em 27% no Metacritic, e trágicos 17% no Rotten Tomatoes), o último filme de Adam Sandler foi vilipendiado pelos quatro cantos da Internet.

Mas será mesmo que ele é tão ruim assim? A resposta curta é “não”, mas imagino que você clicou nesse artigo esperando algo mais prolixo, então vamos lá.

Para começo de conversa, é preciso deixar claro que os últimos anos, com uma certa dose de justiça, não foram muito gentis com o bom e velho Sandman. O astro encontrou enorme sucesso e fama não só ao arrancar risos no Saturday Night Live, mas também no cinema, dominando os anos 1990 com produções hilárias e marcantes como Um Maluco no Golfe, O Rei da Água, Billy Madison e Afinado no Amor.

Com a chegada dos anos 2000, no entanto, sua produção ficou um tanto oscilante. Apesar de bons experimentos no mundo dramático, como no tocante Reine Sobre Mim e o experimental Embriagado de Amor, suas comédias perderam o pique. Gente Grande, Cada um tem a Gêmea que Merece, Este é o meu Garoto e Esposa de Mentirinha são apenas alguns exemplos de filmes que mal conseguem arrancar risos do espectador.

Então vamos partir desse ponto em nossa argumentação: Pixels é tão sem graça e ruim em seu roteiro quanto os filmes acima?

Não, nem perto.

wedding

Houve um tempo em que Adam Sandler era tão legal quanto Billy Idol e… tá, talvez esse não seja o melhor argumento do mundo

Se Pixels está longe do brilhantismo dos primeiros trabalhos de Sandler, certamente está tão ou mais distante de seus maiores fracassos. Que Pixels tenha encontrado tanto ódio, quando tantas bombas passaram incólumes, é algo que merece nossa reflexão. E que provavelmente pode ser explicado por um exacerbado e incoerente senso de protecionismo dos novos nerds.

Não falo de você, camarada que cresceu jogando videogame, vendo bons filmes e séries e apreciando ótimas HQs, torcendo pelo dia em que mais gente partilharia seus hobbies favoritos pelo mundo.

Mas de você. É, você mesmo! Você que se acha dono das coisas que gosta. Que não aceita a ideia de que famílias inteiras podem ir ao cinema rir com o modo como personagens e jogadores de videogame são retratados na visão popular. Você, que fruto de uma extrema insegurança, se ofende pessoalmente ao ver um nerd pega-ninguém exposto na telona, pressupondo que a plateia está rindo não com você, mas de todo o seu modo de vida. Você… bom, que tal você crescer um pouco?

Porque, se você parar de birra, vai notar que, ainda que Pixels esteja bem longe da excelência cinematográfica, ele não faz nada diferente da sua Sessão da Tarde padrão. É a boa e velha comédia familiar de sempre, com todos os seus arquétipos e exageros tradicionais.

Dá para argumentar, claro, que essa fórmula tão antiga já dá sinais de cansaço. Talvez seja verdade. Como também é verdade que Pixels não está nem perto de ser um dos piores filmes do ano.

Ah, o que, você discorda? Bom pra você, mas que faça isso porque assistiu ao filme e julga ser uma crítica correta, mas não porque a internet te mandou pensar assim.

Formado na arte de reclamar, odeia a internet. Ainda assim, sua hipocrisia sem limites o permite administrar a página no Facebook, plataforma de divulgação do seu primeiro livro. Você também pode seguí-lo em @thomshoes no Twitter, mas provavelmente é uma má ideia...

Cinema

Cheetos | Fox está fazendo filme sobre o salgadinho (ou quase isso)

Longa vai contar como Richard Montanez inventou o Cheetos Flamin’ Hot

Publicado

em

Achou que Hollywood já tinha esgotado todas as suas ideias, e que não havia nada de novo para se ver por aí? “Achou errado, otário!” Mal sabia você que ainda poderia existir um filme sobre o biscoito salgadinho Cheetos!


Veja também:


De acordo com a Variety, a FOX Searchlight está produzindo agora mesmo o longa FLAMIN’ HOT, baseado na história real de Richard Montanez, o homem que criou o Cheetos homônimo nos Estados Unidos. Crescendo ao lado de 10 irmãos, Montanez colhia uvas na Califórnia, além de uma série de outros trabalhos ingratos depois de abandonar a escola. O mais importante deles? Se tornou faxineiro na Frito-Lay.

Como ele queria ser o melhor faxineiro de todos, ele se aventurava pelo armazém e tentava aprender tudo que era possível sobre a companhia, suas máquinas e produtos. Lá, notou que nenhuma comida da Frito-Lay era apimentada e, graças a uma máquina quebrada, conseguiu pegar um pouco de Cheetos antes da camada de queijo ser aplicada.

Montanez os levou para casa e, lá, trabalhou em uma receita baseada na culinária de rua mexicana. Como ela ficou deliciosa, ele procurou o CEO Roger Enrico e vendeu a ideia do Flamin’ Hot Cheetos.


Depois disso, Montanez escalou até se tornar um executivo da PepsiCo, coordenando as vendas internacionais da empresa. Pensando bem, até que essa história realmente dá um bom filme sobre Cheetos, hein?

Continue lendo

Cinema

Batgirl | Roxane Gay se oferece para escrever o filme

Ela se ofereceu após Joss Whedon abandonar o projeto

Publicado

em

Se ontem nós trouxemos uma notícia bem chata para as chances do filme da Batgirl um dia virar realidade, hoje… bem, o filme ainda parece muito distante de chegar aos cinemas, mas ao menos pode estar perto de encontrar sua roteirista.


Veja também:


Tudo porque a autora Roxane Gay foi ao seu Twitter e postou que adoraria escrever o roteiro do filme, o que gerou uma pequena, mas interessante thread, que você pode ver logo abaixo:

Michelle Wells, a vice-presidente da Warner Bros., respondeu dizendo que “se você estiver falando sério, entre em contato comigo em [email protected]”. Está fácil conseguir um cargo na DC, né?

Será que essa troca de mensagens vai dar em algo sério? É dificíl dizer, porque, embora Gay tenha experiência com quadrinhos, já que escreveu World of Wakanda no gibi do Pantera Negra (além dos livros Hunger e Bad Feminist), o fato é que ela nunca escreveu um roteiro na vida.

Até aí, todo mundo precisa começar em algum lugar, não é mesmo? Pode ser que suas ideias sejam exatamente o que Batgirl precisa para virar realidade. Como pode ser que seu amadorismo imploda toda e qualquer chance de um bom filme nascer dali, e aí teremos mais uma bomba da DC nos cinemas. O jeito é esperar e torcer pelo melhor desfecho…

Continue lendo

Cinema

Pantera Negra | Ryan Coogler ama seu Nintendo Switch e Stardew Valley

“Eu amo plantar!”, revelou o diretor de Pantera Negra e Creed

Publicado

em

Ryan Coogler é um dos caras mais legais do cinema, e não falamos isso só porque o seu Pantera Negra está fazendo um baita sucesso, nem porque ele conseguiu tocar o filmão clássico absoluto que é Creed (embora seja perfeitamente viável argumentar que só isso já faz o diretor merecer uma estátua em praça pública).


Veja também:


Não, o que torna Ryan realmente um amigão é o fato de que ele é um geek legal como eu e você. Quer provas disso? Basta você assistir a entrevista abaixo:

A entrevistadora Maude Garrett bateu um papo com Coogler e perguntou ao diretor quais eram seus passatempos geek favoritos. A resposta surpreendente? Que ele ama o seu Nintendo Switch e, mais especificamente, o simulador de fazenda Stardew Valley!


“Eu amo plantar!”, ele cravou, enfaticamente. Quem não ama, né? De certa forma, essa postura relaxada e bons passatempos podem ser parte do motivo que leva Ryan a produzir obras tão legais!

Continue lendo

Últimas notícias

Cinema16 horas atrás

Cheetos | Fox está fazendo filme sobre o salgadinho (ou quase isso)

Longa vai contar como Richard Montanez inventou o Cheetos Flamin' Hot

Games2 dias atrás

Naruto to Boruto | Beta de Shinobi Striker já começou

Os jogadores que participarem do teste beta no PS4 receberão uma camiseta exclusiva para seus personagens

Música2 dias atrás

Charlie Brown Jr. | Paula Toller grava cover de Céu Azul

A banda Charlie Brown Jr. sempre terá um lugarzinho especial na mente dos brasileiros, especialmente daqueles que cresceram ouvindo as...

Games2 dias atrás

Sword Art Online | Fatal Bullet, novo jogo da série, já está disponível

Híbrido de RPG e tiro em terceira pessoa tem versões para Xbox One, PS4 e PC

Notícias2 dias atrás

A Bruxa de Blair | Lionsgate está produzindo uma série de televisão

Ainda não há data de estreia ou elenco confirmados

Cinema2 dias atrás

Batgirl | Roxane Gay se oferece para escrever o filme

Ela se ofereceu após Joss Whedon abandonar o projeto

Games2 dias atrás

Far Cry | Plataforma oferece jogos da série com descontos de até 60% neste final de semana

Far Cry 5 - Gold Edition quase pelo mesmo preço da versão simples do jogo!

Games2 dias atrás

Dragon Ball Xenoverse 2 | Transformação de Goku chega na próxima semana

Além de adicionar o "Instinto Superior" de Goku, o novo DLC trará um novo capítulo da campanha principal do jogo.

Cinema2 dias atrás

Pantera Negra | Ryan Coogler ama seu Nintendo Switch e Stardew Valley

"Eu amo plantar!", revelou o diretor de Pantera Negra e Creed

Anime2 dias atrás

Sailor Moon | Atração do parque Universal aparece em trailer 4D

Universal Studios do Japão terá área focada em Sailor Moon por tempo limitado

Games2 dias atrás

Kingdom Come: Deliverance | Novo patch é liberado no Xbox One

Demorou um bom tempo para o principal patch de Kingdom Come chegar no console da Microsoft.

Notícias2 dias atrás

PlayReplay | Você agora pode deixar seu review nas nossas críticas

Liberte o crítico ou crítica que existe em você!

Games2 dias atrás

Final Fantasy XV | Novos 4 DLCs devem ser lançados em 2019

Os DLCs estavam planejados para 2018, mas os desenvolvedores querem garantir a qualidade do conteúdo com o tempo extra.

Cinema2 dias atrás

A Hora do Rush 4 | Chris Tucker confirma produção do filme

Chris e Jackie Chan concordaram com um roteiro e sequência vai virar realidade

Games2 dias atrás

Nintendo Switch | eShop recebe 18 novos jogos esta semana

Entre os novos jogos, estão os populares Old Man's Journey e Layers of Fear: Legacy.

Em alta