Conecte-se conosco.

Games

Thomas Lá, Dá Cá #7: O preço da gratuidade

Publicado

em

“Saíram os jogos gratuitos da PlayStation Plus do mês!”

“Hora de baixar os brindes da Gold!”

Certamente você já ouviu essas frases por aí. Afinal, todo mês ela é celebrada a plenos pulmões não apenas pelos jogadores, mas também pelas próprias empresas responsáveis pelos programas de assinatura. Opa, espera aí, programas de assinatura? Pois é, as boas e velhas PlayStation Plus e Live Gold são exatamente isso: serviços nos quais você paga determinado valor para poder usufruir de seus recursos por um certo período de tempo.

Parece (e é) óbvio, mas é bem importante focarmos nesse ponto. Olha só, por exemplo, o vídeo que a galera da Sony soltou essa semana para anunciar os games que entrarão no seu catálogo de recompensas em outubro:


São ótimos jogos, certamente, e eu mesmo sou bem fã de Broken Age, do genial Tim Schafer, um de meus desenvolvedores favoritos.

Vamos combinar que mesmo que você tenha optado pelo plano mensal de assinatura (o mais caro) em detrimento do anual (bem menos custoso), facilmente verá que o custo-benefício do negócio pode ser bem atraente para quem quer curtir uma biblioteca de jogos bacana apenas com um investimento modesto.

O que esses serviço não é, no entanto, é gratuito.

Nem tanto pelo fato de que, diferente da Gold, os jogos da Plus só podem ser usufruídos por quem está em dia com a mensalidade, mas sim porque os jogos citados como “brindes” só podem ser baixados após o jogador depositar sua grana nos fornidos cofres da Sony.

Desse modo, ter acesso aos jogos do catálogo mensal apenas quando se está em dia com a mensalidade não difere em quase nada de assinar um serviço de streaming. Já imaginou como seria insano se a Netflix adotasse uma jogada de marketing similar à da Sony e Microsoft?

“Assine Netflix e assista Demolidor de graça! Olha só os filmes que disponibilizamos de graça esse mês para você, assinante!”

Risível, não? Com um mínimo de analogia fica evidente o quanto o consumidor pode ser enganado na menor das jogadas de marketing. Ampliando a letra miúda que deveria estar presente em cada anúncio mensal de atualização do programa de fidelidade da Sony e Microsoft, teríamos algo como.

“Aqui estão os brindes da semana*” *para quem já pagou R$XX para se tornar membro do nosso programa de fidelidade”

Essa letra miúda, frequentemente tão pequena que sequer é exibida em releases de imprensa e na maioria dos sites de nossos colegas jornalistas, é bem parecida com uma jogada bem conhecida por quem visitava bancas de jornal na década passada.

Lembra daquelas revistas de computador? “Compre essa revista de 5 páginas por R$20 e leve de brinde um jogo completo”. Mesmo recentemente encontramos exemplos similares naquelas coleções de miniaturas, brinquedos e estatuetas. Algo como “Pague R$50 nesse folheto com mapa e ganhe uma miniatura de chumbo”.

No mundo dos videogames essa estratégia é especialmente nociva por estar vinculada à um abuso de cobranças. O PlayStation 3, cuja base instalada ultrapassa as 85 milhões de unidades vendidas (de acordo com o site VGchartz) consegue entregar jogatina online gratuita para seus compradores até hoje.

O Wii (quase 101 milhões de consoles) fazia o mesmo até ter seus servidores desligados alguns meses atrás. O Wii U (pouco mais de 10 milhões) não cobra nada dos jogadores para que a galera dispute rachas de Mario Kart 8, Super Smash Bros. e Splatoon, e certamente não vai cobrar pelas milhões de fases desenvolvidas em Super Mario Maker.

https://www.youtube.com/watch?v=kqpTpxAKQZs

Será que o PlayStation 4 (quase 25 milhões de unidades) precisa mesmo exigir uma assinatura de PlayStation Plus para manter os seus servidores funcionando? Ou cobrar alguns dólares mensais por isso, oferecendo em troca a ilusão de que há jogos gratuitos sendo disponibilizados, é apenas um pretexto para tirar ainda mais grana dos bolsos dos jogadores?

Em um tempo em que a galera está mais engajada do que nunca nas redes sociais, exigindo e cobrando suas vontades à torto e direito, soa até estranho que a “gratuidade” desses “brindes mensais” escape incólume da ira dos floquinhos de neve.

Aos colegas jornalistas e formadores de opinião, fica o apelo para que paremos de usar manchetes como “Aqui estão os brindes do mês”. Aos queridos leitores, o pedido para que sempre avaliem bem onde e como investem seu dinheiro. Afinal, assinar a Plus e a Gold ainda é um baita negócio e custo-benefício.

Só não é de graça.

Formado na arte de reclamar, odeia a internet. Ainda assim, sua hipocrisia sem limites o permite administrar a página no Facebook, plataforma de divulgação do seu primeiro livro. Você também pode seguí-lo em @thomshoes no Twitter, mas provavelmente é uma má ideia...

Games

Burnout Paradise Remastered | Jogo chega aos consoles em março

A versão remasterizada de Burnout Paradise já era esperada há algum tempo, mas a EA só confirmou o lançamento hoje.

Publicado

em

Burnout Paradise Remastered

A Electronic Arts anunciou que o jogo Burnout Paradise Remastered deve ser lançado no dia 16 de março para o PlayStation 4 e Xbox One.


Veja também:


Já havia rumores sobre uma versão remasterizada do jogo há algum tempo, mas a EA só se pronunciou a notícia hoje à tarde.

Além de rodar nativamente em 1080p no PS4 e Xbox One, também haverá suporte para a resolução 4K no PS4 Pro e Xbox One X.


Além disso,  esta versão também terá a maioria dos DLCs lançados anteriormente, exceto por um pacote que liberava todos os carros do jogo.

O jogo deve custar cerca de 40 dólares nas duas plataformas, o que não é nada mal para uma remasterização de um título de mais de  8 anos. Infelizmente, a EA mencionou que não tem planos de trazer o game para o Nintendo Switch no momento.

Continue lendo

Games

Kingdom Come: Deliverance | Modo de salvar o jogo deve mudar em breve

Os desenvolvedores do game estão planejando um recurso de “Salvar e Sair”, mas não há previsão de quando isso acontecerá.

Publicado

em

kingdom come

Kingdom Come: Deliverance é um ótimo jogo de RPG que preza a veracidade histórica em vez de cair nos clichês fantasiosos de outros games semelhantes.


Veja também:


É claro que isso não impede que o título tenha alguns problemas e mecânicas meio irritantes. Um bom exemplo disso é a maneira que os jogadores podem salvar seu progresso.

Atualmente, você só fazer isso de duas maneiras: colocando seu personagem para dormir ou o fazendo beber o “Saviour Schnapps”, uma bebida cara, difícil de conseguir e que ainda pode deixar o seu personagem bêbado.


Fora isso, você ainda pode esperar o game salvar automaticamente, o que só acontece em certos checkpoints em momentos importantes ou durante suas missões.

Este não é o primeiro jogo a limitar a maneira de salvar o progresso (como os fãs de Resident Evil bem sabem), mas Kingdom Come oferece um problema mais sério. O título foi lançado há pouco tempo e ainda tem muitos bugs, o que significa que ele pode simplesmente travar e fazer o jogador perder o progresso de horas porque não tinha como salvar manualmente.

Fora isso, temos que pensar na simples situação de uma pessoa que tem que parar de jogar por algum motivo e não tem como salvar o progresso feito antes de sair.

Tudo isso levou a criação de um mod chamado “Unlimited Saving”, que permite que o jogador salve quando e onde quiser, sem a necessidade de itens adicionais. É claro que isso só está disponível no PC, então os jogadores de PS4 e Xbox One ainda sofrem com o problema.

Em resposta a esta situação, a desenvolvedora Warhorse disse que está trabalhando para consertar todos os bugs do game e que planeja liberar um recurso de “Salvar e Sair” em breve. Pode não ser a solução perfeita, mas já é um bom avanço. Infelizmente, ainda não há uma previsão de quando isso irá acontecer.

Continue lendo

Games

League of Legends | Flamengo estreia com vitória

Mengão estreia no Circuito Desafiante de League of Legends vencendo a IDM Gaming

Publicado

em

Como a FERJ conseguiu fazer com que o título da Taça Guanabara valha menos que um chiclete, ao menos o Flamengo pode se gabar de uma conquista bem mais relevante: o time de LOL do Mengão venceu a IDM Gaming no Circuito Desafiante de League of Legends.


Veja também:


Essa foi a primeira partida do time em torneio oficial da Riot Games, e o Flamengo venceu por inquestionáveis 2 a zero, com grande destaque para os roubos do jogador sirT e vitórias notáveis nas team fights, com brTT mostrando bons reflexos e raciocínio apurado.

Na primeira partida foram necessários 38 minutos para o Fla destruir o Nexus rival, enquanto o segundo round levou 37 minutos. O resultado foi bem importante para o Flamengo, que agora soma três pontos na disputada tabela do torneio.

A disputa continua ainda hoje, terça-feira dia 20, com os duelos Operation Kino x 5 Fox e T Show x Iron Hawks.


Já o Flamengo “volta a campo” em no dia 27 de fevereiro para enfrentar a T Show, em um jogo que promete muito!

Será que o Flamengo tem chances de chegar longe? Revele sua torcida nos comentários mais abaixo!

via TheEnemy

Continue lendo

Últimas notícias

Burnout Paradise Remastered Burnout Paradise Remastered
Games5 horas atrás

Burnout Paradise Remastered | Jogo chega aos consoles em março

A versão remasterizada de Burnout Paradise já era esperada há algum tempo, mas a EA só confirmou o lançamento hoje.

Anime5 horas atrás

Star Wars | Animador de One Punch Man recria luta entre Obi-Wan e Darth Maul

Arifumi Imai também trabalhou como animador em Attack on Titan e Guilty Crown

Cinema6 horas atrás

Pantera Negra | Filme já superou a bilheteria americana total de Liga da Justiça

Em menos de uma semana o novo filme da Marvel atropelou o flop da DC nos EUA

Música7 horas atrás

Sade | Cantora participará da trilha de Uma Dobra no Tempo com nova música

Foi divulgada a tracklist completa da trilha sonora do novo filme da Disney

Notícias9 horas atrás

Jessica Jones | Novo trailer da Netflix destaca terapia da heroína

Novos episódios estreiam em Março na Netflix

kingdom come kingdom come
Games10 horas atrás

Kingdom Come: Deliverance | Modo de salvar o jogo deve mudar em breve

Os desenvolvedores do game estão planejando um recurso de "Salvar e Sair", mas não há previsão de quando isso acontecerá.

Games11 horas atrás

League of Legends | Flamengo estreia com vitória

Mengão estreia no Circuito Desafiante de League of Legends vencendo a IDM Gaming

doom capa doom capa
Games12 horas atrás

Doom | Versão do Switch recebe controles de movimento

Depois de alguns desde seu lançamento, os jogadores de Doom finalmente terão uma alternativa melhor para mirar no Switch.

Notícias13 horas atrás

The Walking Dead | Criador queria que Rick perdesse a mão na série de TV

"Eu quero cortar fora a mão do Rick"

Cinema13 horas atrás

Star Wars | Blu-ray de Os Últimos Jedi ganha data e trailer

Star Wars The Last Jedi estará disponível em Download e Blu-Ray já em março

Anime14 horas atrás

Sword Art Online | Terceira temporada cobrirá todo o arco Alicization

Nova temporada cobrirá do nono ao 18º volume das light novels

Cinema14 horas atrás

Sharknado | Sexto filme vai misturar nazistas com dinossauros

Série trash do canal Syfy ainda encontrará um espacinho para a Arca de Noé em sua trama

Cinema14 horas atrás

Blade Runner 2049 | Rutger Hauer não queria que filme existisse

Vilão do filme não ficou satisfeito ao ver uma sequência do clássico cult ganhar forma

Games1 dia atrás

Switch | Acessório transforma o console da Nintendo em um mini arcade

Agora você já pode dar uma surra de Hadoukens nos amigos simulando fliperamas em casa

Cinema1 dia atrás

Hebe Camargo | Andréa Beltrão interpretará a apresentadora nos cinemas

Cinebiografia da saudosa apresentadora ainda não tem uma data de estreia definida

Em alta