ás

Top 5½ Motivos para comprar um Xbox One

A Microsoft não está tendo muita sorte com o Xbox One. Apesar de ser um console muito bom, o marketing negativo que foi realizado pela própria empresa durante seu anúncio acabou deixando marcas difíceis de serem apagadas. Mas se engana quem pensa que o videogame da Microsoft não tem chances contra o PlayStation 4.

Com uma estratégia ousada, a empresa admitiu uma série de erros conceituais em seu console e vem mudando diversos aspectos de seu sistema operacional e até mesmo do que ele pode representar aos jogadores. Para acabar com esse preconceito acerca do console, listamos 5 ½ razões que provam que o Xbox One é um excelente console e que merece uma chance dos jogadores.

5.Kinect

Não, eu não estou afirmando que o Kinect é perfeito. Ainda assim, mesmo que muitos torçam o nariz, a câmera high-tech do Xbox One possibilita uma série de facilidades que já fizeram parte do imaginário de muitos dos jogadores das antigas.

Xbox-One-Kinect

Controlar jogos por voz e com o próprio corpo é algo muito legal quando funciona. E a Microsoft vem se empenhando bastante para que essa experiência melhore cada vez mais. Jogos como D4, e a própria interface do console, já mostram que o periférico tem bastante potencial, mesmo que não seja mais obrigatório para que o aparelho seja utilizado.

4.Central Multimídia

Desde o primeiro Xbox a Microsoft tinha a intenção de criar não apenas um console, mas também uma central multimídia ideal para a sala de qualquer pessoa. Apesar dos esforços em gerações anteriores, foi só com o Xbox One que isso se concretizou de verdade.

Até mesmo o nome do console vai em direção ao conceito proposto pela Microsoft, já que One (um) simboliza que o console é a única caixa que precisa ser instalada na TV para que se possa aproveitar jogos, músicas, filmes, seriados e até mesmo a TV aberta.

3021696-inline-i-6-8-new-things-the-launching-game-consoles-can-do

Contando com uma saída HDMI para que o decoder da TV a cabo seja instalado no próprio console, o Xbox One ainda possui o One Guide, um guia de programação que se aplica para a TV aberta, para a TV a cabo e até mesmo para serviços de streaming como Netflix e Hulu Plus. Para completar, ainda é possível utilizar os aplicativos de música e filmes sob demanda da própria Microsoft. Tudo isso sem ter que sair do sofá, já que tudo pode ser controlado por voz via Kinect. E nem começamos a falar dos jogos!

3.A Microsoft ouve os jogadores

Se a Microsoft errou feio quando anunciou o Xbox One cheio de restrições como DRM e trava de região, após o lançamento do console não podemos dizer o mesmo. Além de ter voltado atrás sobre cada uma das características polêmicas de seu console, a empresa ainda tem lançado updates mensais que dão novas funcionalidades ao sistema operacional, além de melhorar as que já existem.

xbox_feedback

Cada mudança realizada na interface do videogame não é à toa. Muito pelo contrário: a empresa cria as atualizações a partir do feedback dos usuários, que são coletados no fórum oficial do Xbox One. Com este trabalho realizado por milhares de mãos, a Microsoft se aproxima muito mais de seu público, e ganha mais chances de saber exatamente o que deve ser feito para tornar a experiência com o seu console ainda melhor.

2.Live

A Microsoft sempre foi referência em se tratando de jogatinas online, e com o Xbox One isso se repete mais uma vez. Com uma rede estável e rápida, não há lugar melhor para encontrar seus amigos e partir para jornadas digitais. A robustez da Live ainda possibilita downloads muito rápidos e uma fácil comunicação com os seus amigos.

XboxLIVE_RGB_stacked_2013

Para os brasileiros, a Live ainda é um alívio em relação às redes das empresas concorrentes, já que todos os serviços são completamente localizados para a nossa região e não é necessária nenhuma gambiarra para comprar jogos ou até mesmo baixar filmes e seriados.

1.Exclusividades

Digam o que quiserem, mas a line-up de exclusivos do Xbox One é invejável mesmo sem que o console tenha completado um ano de vida. Emcabeçado por Forza 5. Dead Rising 3 e Ryse: Son of Rome, o console recebeu diversos outros títulos antes da concorrência. No início do ano, os donos do videogame foram presenteados com o divertido Titanfall, o engraçadíssimo Plants vs Zombies: Garden Warfare e o viciante Peggle 2.

2014004-662534_20121011_013

Apesar de serem exclusividades temporárias, o gostinho de jogar títulos como esses antes de todo mundo é muito bom. Para este ano ainda temos o promissor Sunset Overdrive, o aguardadíssimo Halo: The Master Chief Collection, que inclui os quatro jogos numerados da franquia e Forza Horizon 2, com seu gameplay mais voltado ao arcade.

1402387763-sunset-overdrive-e3-propain-launcher

Para o ano que vem, Rise of Tomb Raider, Crackdown 3, Quantum Break e Scalebound lideram a lista de exclusivos que farão a felicidade dos donos do console da Microsoft. Junto a isso, temos todos os multiplataformas mais relevantes da indústria em um videogame que não vai deixar seus jogadores descansarem!

1/2.Rare

A Rare já foi uma das mais importantes desenvolvedoras de jogos de todo o mundo. Responsável por clássicos inesquecíveis como Donkey Kong Country, GoldenEye 007, Banjo-Kazooie e Conker’s Bad Fur Day, a empresa foi comprada pela Microsoft e nunca conseguiu brilhar como nos tempos em que era parceira da Nintendo.

183175-RareHistoryHeader-620x400

Mas nunca é tarde para reverter as coisas, não é? Mesmo que boa parte da equipe original tenha deixado a empresa nos últimos anos, a Microsoft tem em mãos um verdadeiro baú de franquias espetaculares que, se bem utilizadas, podem até definir a geração em favor da empresa americana. Nos resta torcer para que finalmente a Microsoft perceba o tamanho da arma que tem em mãos, afinal, toda a indústria só tem a ganhar com isso.