ás

Top 5½ Piores games adaptados de filmes

Que atire o primeiro balde de pipoca aquele jogador que nunca gastou um pouco da sua mesada para ir ao cinema com os amigos assistir a adaptação cinematográfica de algum grande sucesso dos videogames.

Desde a década de 80 temos que aturar jogos de sucesso como Super Mario Bros. e Street Fighter reimaginados em versões medíocres para a telona, mas ao menos os videogames encontraram uma boa maneira de se vingar de Hollywood!

Se os jogos chegam cinema ao cinema e viram um lixo, a recíproca certamente é realidade: poucas coisas na vida têm mais chance de dar errado que um filme de sucesso adaptado para os games! Duvida? Pois temos cinco motivos e meio para você mudar de ideia:

 

5. Street Fighter: The Movie

street-fighter-the-movie-playreplay

Um jogo inspirado em um filme inspirado por um jogo. BAM, Inception! O mais engraçado nessa escadinha de adaptações é que, a cada degrau de distância do produto original, pior foi o resultado.

Se o filme com o Van Damme já foi uma tosqueira daquelas por conta própria, o jogo derivado dele consegue ser ainda mais pífio! Esqueça toda a genial jogabilidade de Super Street Fighter II, aqui temos modelos horrendos de personagens lutando de forma desengonçada e travada toda vida. Nem os gráficos com atores digitalizados inspirados em Mortal Kombat conseguiram salvar essa porcaria.

[youtube id=”PV6TfJ3rvRI” width=”633″ height=”356″]

 

4. Ghostbusters

ghostbusters-game-playreplay

Quem você vai chamar para te livrar de uma assombração dessas? Provavelmente não serão os caça-fantasmas, já que eles estão ocupados demais dirigindo por um mar de quadrados sem vida. Esqueça os carismáticos personagens do cinema, pois aqui você controla… o logotipo dos Ghostbusters!

Basta voar por aí e tentar encostar em fantasmas suficientes até mergulhar no pior minigame de pilotagem de todos os tempos. Sua recompensa por sobreviver na estrada? Um minigame ainda pior e risivelmente curto sobre botar um fantasma na armadilha (finalmente!). É muito triste ver um dos filmes mais amados pela molecada dos anos 1980 ser transformado em um jogo tão podre, mas a Activision conseguiu. Alguém exorcisa esse cartucho!

[youtube id=”AdZmiyPaKkA” width=”633″ height=”356″]

 

3. Wayne’s World

waynes-world-playreplay

Aqui vai uma lista de 10 motivos do Wayne e Garth para você odiar esse jogo: 1. A trilha sonora é medonha; 2. os cenários são confusos demais; 3. O cabeção do Wayne dá medo!; 4 – pense nas criancinhas que alugaram esse jogo na época sem saber o que estavam levando pra casa; 5 – O Garth não é um personagem jogável :( ; 6 – Para algo inspirado num filme de comédia, o jogo é bem sem graça; 7 – Os controles são tão ruins que fazem Bubsy parecer a segunda vinda do Messias; 8- Para traumatizar o máximo possível de jogadores, há versões para Snes, Mega Drive, Nes e até Game Boy!; 9 – Hora de festejar, excelente!; 10 – Só que não.

[youtube id=”qb3RqW66G9Q” width=”633″ height=”356″]

 

2. Batman Forever

batman-forever-playreplay

Hoje a vida pode até estar fácil para o Batman, já que a série Arkham da Rocksteady dá uma aula sobre como fazer um ótimo jogo licenciado e a trilogia cinematográfica de Christopher Nolan levou milhões de fãs aos cinemas com uma recepção bem positiva da crítica.

Só que lá atrás, nos tempos de Batman “argh” Forever, os direitos de produzir jogos do morcegão estavam nas mãos da Acclaim. Aí já viu, né? Quem teve o azar de jogar a adaptação desse filmeco no Super Nintendo ou Mega Drive aturou alguns dos piores controles que já vimos! Conheço gente que até hoje não sabe como passar da primeira fase do jogo, tamanha a confusão!

[youtube id=”g-gFdflK_cM” width=”633″ height=”356″]

 

1. Charlie’s Angels

charlies-angels-game-playreplay

Fazer um jogo beat ‘em up não deveria ser o maior desafio do mundo: basta botar um personagem para andar em linha reta batendo em tudo e todos que vê pelo caminho. Como isso poderia dar errado? Pergunte à Neko Entertainment! Além dos controles totalmente quebrados, o pior são as infinitas paredes invisíveis pelo caminho!

O mais engraçado é que, enquanto o filme se sustentava em vender a beleza de suas três protagonistas, o game entregou alguns dos personagens mais quadradões, poligonais e horrendos de todos os tempos. É um 128 bits com cara de Nintendo 64!

[youtube id=”wy-hEDMUedo” width=”633″ height=”356″]

 

½. E.T. the Extraterrestrial

et-the-extraterrestrial-atari-playreplay

Pouca gente jogou, e quem chegou a colocar as mãos nessa atrocidade até argumenta que existem coisas piores por aí (abraços, Super Man 64!), mas não dá para fugir dos fatos: esse monte desprezível de silício acabou se tornando o ícone do grande crash dos videogames nos anos 1980 e quase acabou com a indústria dos consoles de mesa!

Essa atrocidade do Atari 2600 é tão abissal que, como foi provado recentemente em uma escavação, precisou ter milhares de cópias enterradas num deserto no Novo México! Agora vamos combinar: melhor seria se todos os jogos dessa lista tivessem levado o mesmo fim, né não?

[youtube id=”QmNqsui0O0s” width=”633″ height=”356″]