Conecte-se conosco.

Cinema

Os Incríveis 2 | Uma sequência incrível, mas não tão emocionante

Publicado

em

Salvo Toy Story 3, Incríveis 2 é a ressurgência mais esperada de um filme da Pixar – e eles sabem disso: antes mesmo do filme começar, uma introdução com os dubladores tenta justificar a espera de 14 anos pela sequência. Mas é inevitável que atrelada à uma espera tão grande exista também uma expectativa de iguais proporções. E embora o filme não necessariamente as atinja, ele consegue se manter fiel ao original e deixar sua marca de outra maneira.

Incríveis 2 surpreendentemente retoma a narrativa em uma questão de minutos após o final do filme original. Com super-heróis de volta ao holofote e lutando a céu aberto contra vilões, retorna também a discussão da sua legalidade. Liderando o movimento pró-heróis está um magnata de mídia e tecnologia que propõe à Helena usá-la como um caso de estudo para convencer o público da eficácia dos heróis.


A proposta causa uma grande mudança na dinâmica da família Pêra, já que agora é a Mulher Elástica que deve vestir o collant e partir em missões enquanto o Sr. Incrível deve se adaptar à rotina de pai por tempo integral. O enredo soa perfeito para proporcionar o misto de tensão familiar e ação que funcionou tão bem no primeiro, e isso ainda ocorre na sequência, embora sob diferentes proporções.

Por mais que a inversão de papéis na família seja interessante, o conflito de Beto nunca chega à altura daquele que ocorre no filme anterior. A jornada do marido em conflito com o sucesso de sua esposa e a necessidade de aprender a lidar com seus filhos se desenrola da maneira mais previsível e com poucas alterações proporcionadas pelo contexto de super heróis – salvo pelos momentos com Zezé, que além de hilários são um ótimo motivo para proporcionar o retorno de uma personagem.

O diretor Brad Bird ainda consegue mesclar bem o humor e emoção, mas o enredo de Beto nunca atinge a profundidade dos temas de problemas conjugais e dificuldades de se encaixar na sociedade presentes no primeiro filme. Não quer dizer que há uma completa ausência de momentos ternos. Ainda que poucos, eles continuam presentes e eficientes, como o diálogo entre um Beto exaurido e Violeta.

No que diz respeito às aventuras da Mulher Elástica, é onde o filme apresenta seus pontos mais fortes. A coreografia e direção das cenas de ação são impressionantes e um belo exemplo do quão a tecnologia evoluiu nos últimos quatorze anos. Os usos criativos de poderes conhecidos e novos resulta em cenas igualmente cheias de energia e humor (em grande parte pela estreante Void e, novamente, Zezé ). Toda a ação é brilhantemente pontuada por Michael Giacchino, que sabe exatamente quando resgatar o conhecido tema,  colocando-o na frente do nosso cérebro e nos fazendo sentir como se tivéssemos assistido a Os Incríveis ontem.


O lado heroico do enredo, que conta com um dinâmico e climático terceiro ato, não é sem seus pecados. Sua maior falha é, infelizmente, o vilão principal, visto que sua identidade é telegrafada desde cedo. O problema é exacerbado pela falta de empatia para com o personagem, como consequência de uma fraca motivação – esta, apresentada da forma oposta à regra cinematográfica de ” mostrar ao invés de contar”.

Por mais que enfrente dificuldades de atingir as expectativas de fãs do primeiro filme, tudo que fez a primeira aventura dos Pêra incrível ainda está aqui: excelente trilha sonora, linda direção de arte inspirada em art deco, risadas à beça, dramas familiares e ação de prender o fôlego. A diferença se dá no foco e proporção das mesmas.

Há uma inevitável sensação de que a tentação da evolução tecnológica e as expectativas de um filme de herói pós universo Marvel fizeram com que Pixar focasse um pouco mais na ação que na emoção. Como tudo que a empresa faz, nos pontos onde ela focou, o resultado foi impecável, sendo algumas das melhores sequências de ação da empresa. Não há dúvidas de que Incríveis 2 é um filme divertido. Mas se ele irá emocionar, dependerá inteiramente se os espectadores entrarão no cinema deixando de lado as expectativas.

Os Incríveis 2:
8 Nota
10 Leitores (1 Nota)
Prós
  • Excelente coreografia
    das cenas de ação
  • Presença de todos os
    elementos que fizeram
    do original um sucesso
Contras
  • Vilão fraco e óbvio
  • Problemas familiares
    abordados de forma rasa
Avaliação
Os Incríveis 2 é um espetáculo de diversão, humor e heroísmo, mas nunca alcança o patamar emocional do primeiro - seja em seu vilão ou seus heróis.
O que as pessoas acharam... Deixe a sua avaliação!
Sort by:

Seja o primeiro a deixar uma avaliação.

User Avatar
Verified
{{{ review.rating_title }}}
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe a sua avaliação!

Compartilhe

Cursando Game Design, Artes Sequenciais e Design de Serviços nos EUA, quando não está colocando seus desenhos no instagram (@hugoh2p), está gritando "Objection!" por aí, resolvendo enigmas com o Professor Layton ou assistindo a todas as séries de super-heróis da DC.

Comentários

Cinema

Shazam! | Primeiro trailer é liberado na San Diego Comic-Con 2018

E não é que ficou bem legal?

Publicado

em

Foi uma longa espera, mas finalmente o primeiro trailer do filme Shazam! foi oficialmente liberado pela Warner Bros. durante a San DiegoComic Con 2018. Confira!

No elenco do longa teremos Zachary Levi como o personagem título, e Mark Strong como o vilão Doutor Silvana.

Shazam! tem estreia marcada para o dia 05 de abril de 2019.

Compartilhe

Continue lendo

Cinema

Cargo | Netflix entrega mais um filme totalmente sem sal

Só Martin Freeman se destaca em um filme bem “mais do mesmo”

Publicado

em

“Sabe o que está faltando no mercado? Mais filmes de zumbis”, disse ninguém, em lugar nenhum. Ainda assim, a Netflix decidiu produzir e lançar Cargo, um longa focado em um mundo pós-apocalipse zumbi, onde os poucos sobreviventes vivem escondidos e com medo, já que basta uma mordida para se transformar em morto vivo. Que inovador, não?


Veja também:


Na tentativa de dar algum diferencial a esse gênero tão saturado, a ação e suspense foram transportados para a Austrália, e algumas regrinhas básicas foram retrabalhadas. Por exemplo, quem leva uma mordida agora tem 48 horas antes de a doença incurável consumir totalmente o seu corpo.

Embora a direção de Ben Howling e Yolanda Ramke falhe miseravelmente na tentativa de gerar qualquer emoção, há um pequeno momento de brilho no ato um, pois a forma que eles encontraram para apresentar o funcionamento dessa contagem regressiva até a transformação em zumbi foi inteligente e bem realizada.

Sem entrar em maiores spoilers, basta dizer que essa explicação é feita com naturalidade e sem cara de exposição exacerbada, já que ela ocorre justamente nos eventos que nos levam à premissa básica do filme: o drama de um pai que precisa conduzir sua filha única até a segurança em um mundo hostil e repleto de perigos em cada esquina.

Só Martin Freeman salva

Por mais fraco, previsível e banal que seja o resto do texto de Yolanda Ramke, ao menos a trama consegue fazer o bastante para dar ao brilhante Martin Freeman a chance de nos brindar com mais uma atuação incrível. O cara já era fera demais em Sherlock e no The Office original, então quem conhece seu trabalho não vai ficar surpreso ao ver mais um trabalho brilhante do ator.

Freeman é consistentemente brilhante ao longo dos 105 minutos de projeção, mas a qualidade da narrativa, infelizmente, segue ladeira abaixo a cada minuto que passa, abusando dos clichês e situações convenientes em sua trama. Uma pena, já que existia um certo potencial (jamais explorado adequadamente) em ver os aborígenes lidando com os mortos-vivos. No geral, o promissor contexto australiano é quase que totalmente desperdiçado e, ao fim do filme, resta apenas o vazio e tédio por ter visto mais um filme mediano no já farto catálogo de obras meia boca da Netflix.

Cargo
5.5 Nota
0 Leitores (0 Notas)
Prós
  • Atuação de Martin Freeman
  • Cenário australiano
Contras
  • Falta de criatividade
  • Previsível demais
  • Conveniências de roteiro
Avaliação
Cargo é mais um filme de zumbis em um gênero fatalmente saturado e, como tal, não consegue provar o seu valor. Nem mesmo a brilhante atuação de Martin Freeman é o bastante para espantar o marasmo. Um filme absolutamente esquecível, que desperdiça o cenário australiano e as possibilidades que ele proporcionava.
O que as pessoas acharam... Deixe a sua avaliação!
Sort by:

Seja o primeiro a deixar uma avaliação.

User Avatar
Verified
{{{ review.rating_title }}}
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe a sua avaliação!

Compartilhe

Continue lendo

Cinema

Solo: Uma História Star Wars | Disney divulga trailer do blu-ray e DVD

Download e discos chegam em setembro

Publicado

em

Solo A Star Wars Story já está chegando em download, blu-ray e DVD, e a Disney lançou hoje um trailer para anunciar a versão em Home Video. Confira:

Apesar de sua bilheteria decepcionante, muitos fãs de Star Wars certamente estão curiosos e ansiosos para ver o filme em seus computadores e televisores.

A Disney já confirmou que Solo será lançado digitalmente para baixar em 14 de setembro, e fisicamente em 25 de setembro, então anote aí na sua agenda, e que a força esteja com você!

Compartilhe

Continue lendo

Últimas notícias

Cinema12 horas atrás

Shazam! | Primeiro trailer é liberado na San Diego Comic-Con 2018

E não é que ficou bem legal?

stardew valley stardew valley
Games1 dia atrás

Stardew Valley | Modo multiplayer chega em agosto

O update com a novidade deve chegar primeiro no PC e só depois nos consoles.

Séries1 dia atrás

Punho de Ferro | Segunda temporada ganha trailer e data de estreia

Novos episódios chegam em 7 de setembro

Séries1 dia atrás

Star Wars | Animação The Clone Wars vai voltar para uma temporada final!

Disney trará o desenho ao seu serviço de streaming

Séries2 dias atrás

Rise of the Teenage Mutant Ninja Turtles | Novo trailer é revelado na SDCC 2018

Episódios chegam em 17 de setembro

Games2 dias atrás

Ao vivo | Assista à equipe do PlayReplay jogando Fortnite

Vargolino, Luciana, Rodrigo e Thomas estarão ao vivo no canal do PlayReplay no Twitch

Games2 dias atrás

Fortnite | Epic Games celebra o 1° aniversário do game com presentes para os jogadores

O game está perto de completar seu primeiro ano de existência e o jogadores podem receber itens especiais.

Games2 dias atrás

Arena of Valor | Swag Sunday terá skins gratuitas, XP dobrada e mais

Jogadores poderão escolher skins de personagens da DC Comics gratuitamente

Anime2 dias atrás

Evangelion | Rebuild 3.0 + 1.0 será lançado em 2020

Linha Rebuild finalmente será concluída

Games2 dias atrás

Unexplored: Unlocked Edition | Jogo chega ao Switch em agosto

O game ainda deve ser lançado no PlayStation 4 e Xbox One em breve.

Quadrinhos2 dias atrás

Tartarugas Ninjas | Shredder in Hell é a nova saga em quadrinhos

IDW lançará a HQ em 2019

Games2 dias atrás

Mario Kart 8 Deluxe | Update traz Link e sua moto de Breath of the Wild

A atualização é totalmente gratuita e já está disponível no Switch.

Música2 dias atrás

Anitta | Confira Medicina, o novo clipe da cantora

Sobe o som!

Games2 dias atrás

Overwatch | Jogo estará de graça na próxima semana

Infelizmente, só os jogadores de PC poderão aproveitar a oportunidade.

Tecnologia3 dias atrás

Ballistix Sport AT | Memória para games já está disponível no mercado

Para o seu PC gamer brilhar ainda mais!

Em alta