Conecte-se conosco.

Games

Conversamos com Patricia Summersett, a voz oficial da Zelda

Publicado

em

The Legend of Zelda Breath of the Wild não foi apenas o jogo mais aclamado de 2017 e o principal jogo do lançamento do Nintendo Switch, mas também um divisor de águas na história da franquia da Nintendo. Afinal, pela primeira vez tivemos vozes para seus personagens! Dar voz para a Princesa Zelda pela primeira vez era uma grande responsabilidade, que a atriz e dubladora Patricia Summersett tirou de letra! Batemos um papo com ela, e o resultado você confere no vídeo abaixo:


Veja também:


PlayReplay: Como e quando você decidiu começar a trabalhar com dublagem de jogos?

Patricia Summersett: Oi pessoal, é ótimo conversar com vocês hoje, obrigado por me receberem! Quando eu estava na faculdade estudando para me tornar uma atriz, tinha uma aula de dublagem, e foi quando eu vi, pela primeira vez, que você poderia fazer vozes de personagens, e que as pessoas poderiam te pagar por isso, que era realmente uma opção real de carreira. Instantaneamente eu adorei aquilo e pensei “Nossa, isso vai ser ótimo para a minha carreira.” Isso foi 10 anos atrás, e eu venho trabalhando na área desde então. Comecei a gravar demos ainda na faculdade, e também a me candidatar para projetos independentes, o que levou ao meu primeiro videogame, e depois aos grandes jogos AAA. Algo que eu gosto muito sobre ser dubladora de videogames é a chance de interagir com tecnologia de uma forma realmente significativa, que até me ajuda a entender melhor o mundo em que vivemos. De um ponto de vista artístico, é algo que eu aprecio muito.

Conte um pouco sobre o processo que a levou a ser escolhida como a primeira voz da Princesa Zelda.

PS: Quando eu fiz os testes para o papel de Zelda, eu nem sabia que era para dublar a Zelda em si! A Nintendo é altamente sigilosa sobre os papéis, então eu nunca poderia imaginar. O que me passaram foram os detalhes da dublagem, em um teste ao vivo. Eu li que se passaria em um mundo medieval, preferencialmente com um sotaques britânicos, que eles tentaram de várias formas. A idade da personagem parecia muito vaga, tipo, entre 17 anos e… mais velha. Deixaram tudo bem em aberto mesmo, de forma que você não soubesse quem estava dublando, mas ao mesmo tempo teria uma noção do tipo de voz desejada. Então o que eu ofereci foi essencialmente o que eu fiz na chamada depois do meu primeiro teste, e só descobri semanas depois, quando eu tinha conseguido o papel, quem era a personagem. Então muitas das decisões sobre o que eu poderia trazer criativamente já estavam pré-aprovadas, porque elas tinham que passar por vários lugares ao redor do mundo antes de receber um ok. E eu fiquei em choque, eu não… conseguia acreditar no papel que consegui. Que… que era o papel de Zelda. Foi algo que mudou minha vida, explodiu minha mente e continua sendo o presente mais incrível de todos.

Zelda é uma das personagens femininas mais celebradas e queridas do mundo. Nestes tempos em que o feminismo anda tão em pauta, acha que a Zelda pode representar algo legal para as mulheres de todo o mundo?

Sempre que você pega uma personagem feminina que é tão icônica, e ela parte de não ter uma voz para ter uma voz, acho que há um simbolismo profundo nisso, que dialoga com os tempos em que vivemos e as oportunidades que estão lá. Eu amo interpretar guerreiras, e é algo que, na minha vida, é um sonho meu continuar fazendo. Interpretei várias delas, mas Zelda é uma das personagens mais icônicas e gigantescas guerreiras dos videogames, obviamente. Então foi muito legal viajar ao redor do mundo e conhecer muitas mulheres, e poder representar esta personagem guerreira… eu acho que há uma responsabilidade nisso, de interpretar bem o papel e falar bem por todas elas, então… eu tentei.

The Legend of Zelda Breath of the Wild está sendo um sucesso gigantesco de vendas. Seu contato com os fãs mudou depois do lançamento do game?

Então, a comunidade de fãs da Nintendo, para mim… ela mudou minha vida no dia a dia. Eu conheço gente de todo o mundo que ama a Nintendo e sente que Zelda é uma parte grande de suas vidas, e das vidas de suas famílias por 30 anos. Eu conheci o Charles Martinet e falei com ele em duas convenções. Ele é tão incrível também, eu acho que ele aprecia esse presente de ser a voz do Mario… é uma comunidade muito, muito especial! A comunidade de Zelda, a comunidade de Nintendo, o que os jogos representam, o quão bem feitos eles são… As pessoas que gostam de jogos de mundo aberto, desse tipo de jogos de Zelda, tendem a ser muito gentis, a amar fantasia… tendem a ser muito interessadas em enigmas, então rolam até umas discussões intelectuais sobre essas coisas. Tem sido simplesmente incrível. Eu senti muito amor, e tento retribuir isso. É uma ótima troca.

O que você acha que tem em comum com a Zelda? E no que são mais diferentes?

A Zelda não é boba, ela está mais para uma geek, meio nerd, talvez… e eu sou mais bobinha. Mas dá quase na mesma, né? Nós duas também amamos sapos! E isso me lembra até da minha cena favorita, que foi uma das mais divertidas de gravar. Porque eu cresci beijando todos os sapinhos, brincando com eles, tentava apanhar um diferente por dia em Michigan, onde cresci, porque tinha muita fauna ao nosso redor, então… é, na verdade eu tenho bastante em comum com a Zelda, mas se tivesse que escolher uma só… definitivamente é o amor pelos sapinhos.

Vamos imaginar um cenário aqui: Link partiu em uma aventura e vai demorar para voltar, enquanto Zelda está entediada e pensa em se divertir com um dos quatro campeões de Breath of the Wild. Quem ele vai chamar?

Com certeza a Urbosa! Tanto no jogo como na vida real ela é minha amigona agora, porque trabalhamos juntas e passamos a nos conhecer, e ela é simplesmente incrível. Seríamos melhores amigas… tanto no jogo como na vida real.

Você não usa sua voz apenas para dublar, né? Pelo que vimos, você também parece gostar bastante de cantar.

Ah, obrigada por trazer esse assunto, minha carreira musical… na verdade eu estou trabalhando em meu segundo disco agora mesmo. Minha banda se chama Summersett Band… e a razão dela levar o meu sobrenome é porque eu tenho três irmãs envolvidas com música, e duas são cantoras e compositoras, uma com ópera e outra com folk. Então Summersett ficou como o nome da banda para que todas ficássemos ligadas online… então é, eu tento fazer essa fusão com folk, mas também colaboro com outros projetos musicais com várias outras pessoas, porque música é uma parte gigantesca da minha vida. Na verdade eu estou fazendo umas coisas bem divertidas que ainda não contei para ninguém ainda, mas… eu posso estar tentando gravar um trabalho de Zelda a cappella com minhas irmãs para o aniversário de um ano do Breath of the Wild, e você ouviu isso primeiro mas… bom, não é nada demais. Summersettband.com, e se você for ao meu site normal, o patriciasummersett.com, eu também tenho links para meus trabalhos musicais e redes sociais… eu provavelmente vou postar mais coisas em breve, porque vamos gravar um novo disco nos próximos meses.

Você tem trabalhado bastante ultimamente, aparecendo em filmes, séries e jogos. Quais são seus planos para a carreira?

Parte do meu plano profissional é visitar muitas convenções, vão acontecer algumas em outras partes do mundo, vou visitar o Oriente Médio de novo… também vão acontecer alguns anúncios de videogame em breve… muito em breve, na verdade! Então fiquem de olho!

Que tal deixar uma mensagem final para os brasileiros que acompanham o seu trabalho?

Uma mensagem para todos os meus amigos no Brasil… a maioria de vocês eu não conheci ainda, mas eu amo vocês, amo a sua música, sua dança, sua comida, e aposto que a gente se divertiria muito caso nos conhecêssemos. Eu vi que Rainbow Six Siege teve um grande torneio em São Paulo, e como eu faço a voz da Ash no jogo, conhecia algumas das pessoas que foram ao Brasil participar do campeonato, e fiquei com tanta inveja, porque eu adoraria ir e fazer parte disso tudo… E sobre Zelda, quem sabe… em algum momento, vamos, vamos, nos encontrar em uma convenção, eu adoraria conhecer todos vocês, compartilhar o seu cosplay e arte, e sua paixão por seja lá o que for que vocês estiverem fazendo. Obrigado por me receber e gostar do jogo!

Compartilhe

Formado na arte de reclamar, odeia a internet. Ainda assim, sua hipocrisia sem limites o permite administrar a página no Facebook, plataforma de divulgação do seu primeiro livro. Você também pode seguí-lo em @thomshoes no Twitter, mas provavelmente é uma má ideia...

Comentários

Críticas

NBA 2K19 renova (um pouquinho) a franquia de basquete da 2K Sports

Jogo resolve problemas da versão anterior mas ainda peca em certos aspectos

Publicado

em

Depois do bastante criticadoainda que bastante divertido — jogo anterior, NBA 2k19 chegou às lojas em setembro com a missão de renovar e elevar novamente o patamar da franquia com melhorias e adições aparentemente baseadas no feedback recebido após o lançamento da versão do jogo lançada em 2018.


Veja também:


Com versões para Xbox One, PlayStation 4, PC e Nintendo Switch, NBA 2k19 se esforça para corrigir alguns erros do passado e entregar uma experiência de simulação de jogos da NBA, a famosa liga nacional de basquete norte-americana, muito mais sólida e polida.

Se você se interessa por jogos de esportes, mais especificamente por simuladores de basquete, muito provavelmente percebeu que a 2K Sports focou bastante a publicidade de NBA 2K19 no MyCarreer, o modo carreira do jogo.

A empresa investiu pesado no que pode ser considerado o “modo história” ou até mesmo “campanha principal” do game, trazendo nomes de peso como Anthony Mackie (o Falcão, de Vingadores: Guerra Infinita), Haley Joel Osment (o garotinho de O Sexto Sentido hoje mais conhecido como a voz de Sora, de Kingdom Hearts) e Ricky Whittle (o protagonista Shadow Moon de Deuses Americanos/American Gods) interpretando personagens que interagem e influenciam a carreira de A.I., o personagem principal controlado pelos jogadores no modo carreira.

Este modo de jogo tem duração de cerca de cinco horas e, diferente do que foi entregue no game de 2018, traz uma história bastante interessante sobre um rapaz (A.I.) que sonhava em jogar na NBA mas não conseguiu ser escolhido para nenhum time. O jovem acaba indo parar na China, onde jogou por um tempo até ser abordado por um olheiro (o personagem de Anthony Mackie) e, então, entrar em uma jornada de volta aos Estados Unidos rumo à NBA.

Pessoalmente achei a trama do MyCarreer de NBA 2K19 muito mais interessante e bem elaborada do que a de NBA 2K18, que tinha história um tanto chata e personagens rasos e irritantes. A versão de 2019 do game da franquia da 2K Sports nos apresenta a personagens carismáticos, aliados e antagonistas que parecem pessoas reais, com motivações críveis.

NBA 2K19 nos permite criar um personagem do zero, escolhendo desde características físicas (como cor e formato dos olhos, cor de pele, tamanho e corte de cabelo) e, é claro, os atributos do personagem nas quadras. Por falar em quadras, NBA 2K19 nos apresenta uma nova vizinhança (Neighborhood), muito mais fácil de navegar com tudo concentrado em um imenso quadrado. As lojas e demais pontos de interesse (como ginásios de treinamento e barbearia, entre outros) no entorno da vizinhança, enquanto as quadras para partidas de rua agora estão bem no centro do local.

Embora boa parte da publicidade do jogo tenha sido focado no (provavelmente caro) modo carreira, NBA 2K19 brilha também em outros modos de jogo. Para ser mais preciso, o que não falta em NBA 2K19 são diferentes modos de jogo. Temos desde o tradicional “Play Now”, no qual você escolhe um time e o adversário para uma partida única; o NBA Today, que permite aos jogadores simularem partidas reais que estejam rolando na NBA; o MyLeague, no qual o jogador segue um período de 80 anos jogando e gerenciando seu time; e muito mais; além do MyTeam, o mais apagado dos modos de jogo que depende demais de VCs.

Algo bastante criticado no jogo de 2018, as microtransações infelizmente estão de volta em NBA 2K19. Tudo no jogo gira em torno dos VCs, a moeda virtual (Virtual Currency) do game. Então você vai precisar de VCs para todo o tipo de ações, desde comprar novas roupas para ostentar nas partidas do Pro-Am com seus amigos até aprimorar seu personagem, aumentando seus atributos. Sim, em NBA 2K19 você ainda depende de VCs para melhorar o desempenho do seu personagem nas quadras.

Embora a prática de microtransações nos jogos seja mais do que questionável, principalmente nos níveis praticados pela 2K, a boa notícia é que NBA 2K19 oferece uma porção de diferentes formas de conseguir as cobiçadas moedinhas virtuais. Além do dinheiro virtual recebido ao jogar partidas de basquete, é possível ainda ganhar VCs em eventos in-game, como apostas em resultados de jogos reais da NBA; rodas da fortuna; torneios contra outros jogadores em diferentes modos de jogo e, ainda, usando o aplicativo acompanhante MyNBA, que recompensa jogadores com até 500 VCs diariamente. Além disso, dá pra usar dinheiro real para adquirir VCs, mas aí vai da saúde financeira de cada um.

Então é preciso reforçar que, embora o jogo ainda gire em torno de microtransações, é um pouco mais fácil conseguir VCs para executar ações em NBA 2K19 do que era no título anterior, o que por si só já é um avanço em tanto na direção certa.

Outras mudanças significativas estão na qualidade gráfica do jogo, que agora traz visual mais detalhado, além dos diversos probleminhas vistos no game anterior, como bugs e desbalanceamentos, que agora estão resolvidos ou ao menos são muito menos gritantes.

Porém, o jogo ainda parece muitas vezes focar simplesmente em jogadores já familiarizados com as mecânicas da série NBA 2K, oferecendo pouco auxílio e instruções para jogadores novatos. Isto pode ser solucionado no tutorial do jogo, mas não resolve o problema de NBA 2K19 ser um jogo que pune demais os jogadores, o que muitas vezes tira bastante o entusiasmo de tirar uma noite para jogar algumas partidas de basquete virtual.

No modo MyCarreer, por exemplo, enquanto acertos (como cestas de dois ou três pontos e passes certeiros) rendem um ligeiro aumento na barra de desempenho do jogo, errar um passe, permitir ao adversário marcar quebrar a sua defesa ou não acertar uma cesta muitas vezes diminuem demais o total da barra de desempenho de maneira completamente desproporcional.

Posso dizer que não sou nenhum novato em NBA 2K e mesmo assim muitas vezes me peguei caindo de desempenho A para C+ ou até mesmo D+ por conta de algumas sequências de erros bobos, embora no geral tenha claramente jogado uma boa partida. Em algumas ocasiões a vontade era de desligar o videogame ou só fechar o game e jogar outra coisa. Esse desbalanceamento na contagem de desempenho acaba impactando negativamente na promissora nova funcionalidade, o Takeover.

Esta nova adição contabiliza o desempenho do jogador na quadra, aumentando a barrinha de Takeover de acordo com o sintonia do time. Quando boas jogadas são efetuadas, a barrinha de Takeover aumenta, e se preenchida completamente concede ao jogador um bônus em todos os atributos, permitindo “controlar a quadra” com mais facilidade.

O boost nos atributos tem duração limitada, mas se ativado, mesmo que por um curto espaço de tempo, pode ser a chave para vencer a partida. Mas assim como na barra de desempenho, a barra pode cair drasticamente se o jogador cometer muitos erros na partida. Então não espere preencher completamente a barra de Takeover com muita frequência.

Parte do “problema” da perda de pontos de desempenho nas partidas pode se dar por conta da melhoria da defesa em NBA 2K19. Se você jogou o game de 2018 e este novo de 2019, vai perceber que que a defesa dos times parece mais reforçada, com jogadores não raramente tomando a bola durante dribles ou defendendo a cesta quando os pontos já pareciam garantidos.

Esta melhoria da defesa torna os jogos um pouco mais realistas e adiciona uma camada extra de desafio a cada partida, mas também pode ser um ponto negativo para jogadores novatos. Algo que também pode ser um ponto bastante negativo pra muita gente é a falta de dublagem ou até mesmo apenas as legendas em português, o que tem potencial para afastar jogadores que não estão habituados com a língua inglesa. Some isso ao fato de os menus serem bastante complexos, cheios de linguagem técnica, e pronto: você dificulta a vida de uma porção de potenciais jogadores.

NBA 2K19 continua mostrando que a 2K Sports vem se esforçando cada vez mais para entregar não apenas um jogo de basquete, mas uma experiência de simulação de jogos da NBA. Não apenas pelos modos de jogo, times e seus respectivos elencos, mas também pela praticamente perfeita narração, caracterização dos jogadores e os tradicionais pre-shows, os “programas” que rolam durante alguns loadings com comentários pertinentes, informativos e muitas vezes bastante divertidos.

No geral, NBA 2K19 é uma melhoria gritante para os jogos da franquia de basquete na 2K Sports. Não é um jogo perfeito e ainda depende fortemente de microtransações, mas as novidades e correções em relação ao título anterior mostram que a 2K pode estar no caminho certo para entregar a melhor experiência de NBA para videogames.

NBA 2K19
8 Nota
0 Leitores (0 Notas)
Prós
  • Visual caprichado
  • Muitos modos de jogo
  • Trama do MyCarreer
  • Mais balanceado que
    o jogo anterior
Contras
  • Microtransações
  • Punição desproporcional
  • Sem localização para PT-BR
Avaliação
Visivelmente superior ao game de 2018, NBA 2K19 se mostra um verdadeiro avanço para a franquia da 2K Sports — mas ainda está longe de ser perfeito
O que as pessoas acharam... Deixe a sua avaliação!
Sort by:

Seja o primeiro a deixar uma avaliação.

User Avatar
Verified
{{{ review.rating_title }}}
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe a sua avaliação!

Compartilhe

Continue lendo

Games

Resident Evil Zero | Assista agora ao nosso gameplay ao vivo

Publicado

em

Resident Evil é uma das grandes franquias da Capcom e revolucionou todo um mercado de jogos de terror com padrões definidos até os dias de hoje.




O game passou de survival horror para action horror durante os anos, mas com o último lançamento, Resident Evil VII, a empresa vem trazendo uma versão diferenciada de qualquer outro jogo da série, mas voltando as origens do survival horror que fizeram marcar o jogo nos corações dos gamers.

Live de Resident Evil 0

Resident Evil Zero é o primeiro na história canônica da série, mas foi o quinto jogo a ser lançado. Nele, a equipe Bravo, foi mandada para investigar o acidente de um trem nos meios das montanhas Arklay.

Há suspeitas que o criminoso por trás disso foi Billy Coen, mas as coisas não são tão simples quanto parece. Vargolino irá sobreviver com os protagonistas e desvendar os mistérios do game.

Confira nossa live aqui, no nosso canal do Twitch, no nosso canal do Youtube ou na página do Facebook.

Use os botões ← → para navegar

 

Live de Resident Evil 0 no Twitch

Watch live video from PlayReplayBR on www.twitch.tv

Use os botões ← → para navegar

Compartilhe

Continue lendo

Games

Ao vivo | Assista à equipe do PlayReplay jogando Fortnite

Nosso time se aventura em Fortnite ao vivo no canal do PlayReplay no Twitch

Publicado

em

E aí, tudo certo? Tá sem programa pra este fim de tarde de sexta-feira? Então que tal assistir a gente jogando algumas partidas de Fortnite Battle Royale ao vivaço?

Daqui a pouquinho, a partir das 16h, Guilherme “Vargolino” Vargas e Rodrigo Estevam estarão ao vivo no nosso canal no Twitch trocando alguns tiros e tentando sobreviver ao campo de batalha de Fortnite!


Veja também:


Para assistir à nossa transmissão, você tem a opção de acompanhar por aqui mesmo, no player nesta postagem, ou então clicar aqui e assistir direto no Twitch.

Ah, de qualquer forma, não esqueça de nos seguir no Twitch para receber notificações sempre que estivermos fazendo transmissões ao vivo! ;)

Preparar, apontar… FOGO!!

Watch live video from PlayReplayBR on www.twitch.tv

Compartilhe

Continue lendo

Últimas notícias

Cinema4 dias atrás

Homem-Aranha: No Aranhaverso | Filme divulga clipe da música Sunflower

Animação da Sony Pictures estreia no Brasil dia 10 de janeiro de 2019

Games6 dias atrás

Fortnite Battle Royale | Primeiro torneio começa hoje à noite no Brasil

Saiba mais sobre o Torneio no Jogo que chega hoje a Fortnite Battle Royale

Games7 dias atrás

Fortnite Battle Royale | Veja o que mudou com o Patch 6.10

Com o novo patch chegam a Fortnite Battle Royale um novo veículo e torneios diários, além de várias correções e...

Games1 semana atrás

Fortnite Battle Royale | Epic Games anuncia Torneios no Jogo

Prepare-se para competir de frente com os profissionais para ganhar prêmios e glória

Anime1 semana atrás

The Seven Deadly Sins | Segunda temporada está disponível na Netflix

Os Sete Pecados vão encarar Os Dez Mandamentos

Cinema1 semana atrás

Homem-Aranha: Longe de Casa | Vazou o novo traje do herói, veja!

Até que ficou bacaninha, hein!

Games2 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Jogo está disponível para todos os aparelhos Android compatíveis

Veja se o seu telefone pode rodar a versão para Android de Fortnite Battle Royale

Games2 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Jogador recria jogo Temple Run no modo Parquinho

E não é que ficou maneiríssimo?

Games2 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Veja o que mudou com o Patch 6.02

Tem novo lançador de foguetes quádruplo, novo Modo por Tempo Limitado e várias mudanças e melhorias

Games2 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Dominação da Discoteca, novo MTL, já está disponível

Novo modo de jogo separa jogadores em dois times que devem capturar e manter pistas de dança em busca da...

Séries2 semanas atrás

The Witcher | Veja atrizes que serão Ciri e Yennefer na série da Netflix

O Geralt de Rívia de Henry Cavill acaba de encontrar suas Ciri e Yennefer para a série da Netflix

Games2 semanas atrás

PUBG | Jogo terá arena free-to-play de 500m² na Brasil Game Show

Título que popularizou o gênero battle royale nos games poderá ser jogado pelo público em estande temático com influenciadores

Games2 semanas atrás

Point Blank | Finais brasileiras do Mundial acontecem este mês em São Paulo

Time brasileiro vencedor disputará as finais mundiais na Coréia em novembro

Games3 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Usuários encontram novas skins e emote em arquivos do jogo [Atualizado]

Usuários do Reddit exploraram arquivos de jogo do novo patch 6.01 de Fortnite Battle Royale e encontraram novas skins e...

Games3 semanas atrás

Fortnite Battle Royale | Veja o que mudou com o Patch 6.01

Tem armadilha nova, mudanças no parquinho e muito mais

Em alta