Conecte-se conosco.

Últimos Destaques

Telltale: interatividade envolvente em doses episódicas

Publicado

em

É fácil saber o nome de todos os jogos da Lara Croft? É! Mas falar quem distribuiu e/ou desenvolveu cada uma das aventuras de Lara, não. Só os fãs dos jogos dela e de seus respectivos distribuidores têm a resposta.

E se o foco da próxima pergunta fosse esse: por que também é fácil listar a maioria dos jogos da Telltale? Borderlands, The Wolf Among Us, The Walking Dead, Game Of Thrones (e esse são apenas os mais novos)…

A Telltale foi fundada em 2004 (!) e se mantém no mercado dos games com uma receita infalível composta por três características: desenvolver e distribuir seus próprios jogos; apostar no que o mercado dos games aposta há anos, ou seja, na interatividade como fator crucial para o rumo do jogo; e cravar seu DNA em seus jogos (algo que faça qualquer gamer dizer “esse jogo é da Telltale”).

Depois que tudo isso vai pro forninho que-não-é-da-Giovana, o resultado não poderia ser outro: há pouco mais de uma década, a Telltale consegue, ano a ano, chamar a atenção dos joysticks de todo o planeta.Telltale_Games_logo

Interatividade pressupõe participação. E, quanto mais eu participo, mais a história assume a minha identidade. Se o(s) personagem(ns) faz(em) o que eu faria, me dedico e me envolvo mais, cada vez mais. A Telltale me dá até a possibilidade de não falar uma palavra sequer nos diálogos. Mesmo assim, essa atitude também vai determinar algo que vai fazer a diferença em algum momento.

Confesso que já não dá pra imaginar qualquer título da Telltale sem interatividade, muito menos os que já foram lançados. Aliás, a interatividade e a jogabilidade propostas evoluem em qualidade a cada título. É só comparar The Walking Dead Season One e Season Two. Sei que muitos diálogos acabam ficando repetidos naquele momento em que não fazemos ideia de como resolver o puzzle proposto, mas ter o poder de influenciar a história e as decisões dos personagens dentro de um mesmo jogo é algo precioso demais!

Quem joga videogame desde a década passada, no mínimo, sabe que os games episódicos não são novidade. Eles só não eram “febre” como são hoje. E com o total domínio de tudo o que um jogo precisa, como roteiristas, animadores, designers etc, a Telltale já faz parte da vida de muitos gamers (da minha, inclusive!).

Em suma, a empresa segue uma filosofia parecida com a da Apple: tudo o que o meu produto vai ter/fazer TEM que ser pensado e produzido dentro de casa. Dessa forma, eu, empresa, posso garantir a qualidade e a experiência do usuário. STAGE CLEARED!

“Você está escolhendo o que os personagens do ‘filme’ do jogo falam? Isso é que é tecnologia!” Essa foi a pergunta-exaltação que o meu pai me fez no ano passado quando me viu jogando TWD. Com grande interatividade, vêm grandes responsabilidades!

 

 

Compartilhe

Gamer desde o Alex Kidd do Master System II brasileiro até o Playstation, trabalha como Chief Dialog Designer para interfaces com foco em UX. É pós-graduada em roteiro audiovisual e seus jogos preferidos são os indies e os clássicos. Não vive sem literatura, séries, trilhas sonoras e um baralho na mochila!

Games

Pokémon | Teorias e rumores sobre Let’s Go Pikachu e Let’s Go Eevee no Switch

Confira o vídeo do Coelho no Japão sobre o tema!

Publicado

em

Não é de hoje que a chegada de Pokémon ao Nintendo Switch dá o que falar. Nada mais natural, já que a série da The Pokémon Company é uma das maiores e mais rentáveis do mercado, com milhões de jogos vendidos a cada geração. Nos últimos meses, diversos rumores e teorias sobre Pokémon Let’s Go Pikachu e Pokémon Let’s Go Eevee tomaram a internet, e nosso canal parceiro Coelho no Japão resolveu investigar o tema.


Veja também:


Clique no vídeo acima para conferir todas as teorias, fatos e boatos sobre os novos jogos de Pokémon no Nintendo Switch

Os fãs da Nintendo já têm a confirmação de que um novo jogo principal da série está em desenvolvimento desde a E3 2017, quando um brevíssimo vídeo, sem qualquer imagem, arte conceitual ou mesmo ideias de gameplay foi mostrado. Existia apenas a promessa de que os jogos estavam em desenvolvimento, sem qualquer menção a data de lançamento.

Com a proximidade da E3 2018, muita gente começou a se perguntar a quantas andava esse projeto. Os rumores se intensificaram ainda mais depois que foram descobertos os registros dos domínios pokemonletsgoeevee.com e pokemonletsgopikachu.com, como você pode conferir na imagem abaixo:

Registros do que pode ser o Pokémon de Nintendo Switch

Registros do que pode ser o Pokémon de Nintendo Switch

O mais interessante, e que dá credibilidade aos registros, é que eles foram feitos pela mesma pessoa jurídica que registrou os jogos anteriores da série, como Pokémon Sun e Moon! Ou seja, as chances desses serem mesmo os nomes dos jogos são bem grandes, ainda que a Nintendo provavelmente só vá se pronunciar sobre isso na próxima E3, que rola em Junho nos EUA, com cobertura in loco do PlayReplay!

Enquanto a feira e novidades concretas não chegam, conte pra gente aqui nos comentários o que você espera dos novos jogos de Pokémon! Você gostaria de ver a possível mistura de mecânicas com Pokémon Go que o Coelho citou em seu vídeo, ou acha que isso vai dar errado? Comente!

Compartilhe

Continue lendo

Cinema

Por que um filme do Obi-Wan não deveria existir

“It’s a trick! Send no reply!”

Publicado

em

“Hello there!” Antes que você parta para cima de mim e deixe a civilidade de lado, permita-me esclarecer que eu AMO Star Wars, e que o Obi-Wan de Ewan McGregor é meu personagem favorito em toda a franquia! Assim, em condições naturais de temperatura e pressão, era de se esperar que eu estivesse sorrindo de orelha a orelha com a perspectiva de ver os recentes rumores sobre um Star Wars Story focando em Obi-Wan Kenobi virarem realidade.


Veja também:


O meu maior problema é bem simples, e atende pelo nome de Mickey Mouse. “Você nunca vai encontrar uma concentração mais vil de escória. Temos que ser cuidadosos com o Império Disney…”

Para começo de conversa, vale a pena relembrar o que a Disney fez com a franquia Star Wars nos cinemas desde que adquiriu a LucasFilm: primeiro ela lançou O Despertar da Força, um filme competente, com certeza, mas que pecava por ser excessivamente derivativo de Uma Nova Esperança.

Depois ela lançou o spin-off sonífero que é Rogue One, um filme com um excelente ato final, é verdade, mas que peca por ter uma história nada empolgante e o pior ról de personagens já vistos na série. Como cereja do bolo recebemos o extremamente problemático Os Últimos Jedi, em que Rian Johnson conseguiu enfurecer uma grande parte dos fãs. Dei todos os meus motivos para odiar o longa aqui, mas nem recomendo clicar, porque tipo… não quero estragar o seu dia relembrando os defeitos dessa atrocidade cinematográfica.

Daqui a pouquinho (em 24 de maio), como a vaca não pode parar de ser ordenhada, ainda sai outro spin-off, o filme Han Solo: Uma História Star Wars, que eu ainda não vi mas, se as primeiras impressões da crítica mundial estiverem certas (e parece meio óbvio que estão, usando um mínimo de bom senso), limita-se a ser uma aventura absurdamente segura, óbvia e esquecível.

Um retrospecto desses já me parece pesado o bastante para ficar com um death stick atrás da orelha quando qualquer filme de Star Wars for anunciado pela Disney (e certamente não ajuda em nada saber que o flood de filmes não vai parar tão cedo: nos próximos anos ainda vamos ganhar novas trilogias cinematográficas, séries de tv, desenhos… são produtos demais e qualidade de menos para o meu gosto).

Disney, vá para casa e repense sua vida!

A despeito do péssimo trabalho que Kathleen Kennedy está fazendo como presidente da LucasFilm, ainda há um agravante bem grande para fechar o pacote da desgraça: o que exatamente a gente ainda gostaria de ver e saber sobre a vida do Obi-Wan? Qual informação crucial está faltando ser mostrada na telona?

Ora, no final do Episódio III nós vimos Obi-Wan entregar o pequeno Luke para sua nova família em Tatooine, e sabemos, por sua conversa com Yoda, que ele passa os anos seguintes exilado e fazendo um treinamento para transcender, se comunicar com o mestre Qui-Gon e posteriormente virar um fantasma da força.

Já no começo do Episódio IV vemos Ben, já mais velho, se apresentando para um Luke agora adulto, aproveitando o reencontro para lhe ensinar os caminhos da Força. Absolutamente todas as informações e momentos cruciais sobre a história do Obi-Wan já foram mostrados na telona, e muito bem, pelo mestre George Lucas.

Assim, tudo que um Star Wars Story do Obi-Wan pode sonhar em fazer é contratar um diretor bem safo e genérico como um Ron Howard da vida, e ele comandar um roteiro absolutamente inconsequente focado em alguma desventura fútil situada entre os dois pontos acima, talvez pegando inspiração nas HQs da Marvel ou no livro Kenobi. E, se for para tirar inspiração do material Legends ou novo cânone, não é mais fácil simplesmente ler o livro ou a HQ original?

É claro que, como o meu coração não é de pedra, daria uma balançada boa ver o lendário Ewan McGregor novamente vestido de Obi-Wan. Não tenho como negar isso. Mas tem uma lição que o seu último pupilo nos ensinou no Episódio VIII: por mais legal que tenha sido ver o Mark Hamill novamente como Luke em The Last Jedi, o custo é alto demais quando o filme é uma merda. Não tem ator que consiga salvar uma bomba dessas!

Absolutamente nada que aconteceu nos últimos anos (ao menos nos cinemas) dá o menor sinal de que a Disney seria capaz de lançar um filme que faça justiça ao quão incrível o Obi-Wan é. Por tudo isso, torço para que o seu filme nunca vire realidade. Fico mais do que feliz em passar o resto dos meus dias relembrando os grandes momentos do Obi-wan nos bons filmes de Star Wars.

Compartilhe

Continue lendo

Especial

PlayReplayers | Participe da gincana no Facebook e concorra a prêmios!

Neste mês o tema são Animes e Animações

Publicado

em

Se você está aqui, com certeza é um fã de games, animes, desenhosfilmes (ou qualquer outro tema geek), não é mesmo? Nesse vasto universo nerd é comum acumularmos grande conhecimento sobre as nossas mídias e franquias favoritas, e tais conhecimento sempre são colocados em xeque — o que, convenhamos, é bem chato… a menos que seja divertido e renda prêmios maneiríssimos todo mês!


Veja também:


Essa é a proposta do grupo PlayReplayers, no Facebook. O grupo existe desde janeiro, e lá realizamos gincanas com temas diversos para testar seu conhecimento e, de quebra, concorrer a diversos prêmios! E neste mês não será diferente!

O tema atual das gincanas é Animes e Animações. Ou seja, vale animações japonesas, americanas, europeias, nacionais etc. Qualquer desenho animado pode ser a resposta certa para o seu desafio!

Aliás, hoje foi o dia de sair a primeira imagem desse desafio! E aí, acha que dá conta de acertar?

Para participar, é bem simples: basta você entrar no grupo dos PlayReplayers, preencher sua inscrição neste link e começar a responder os desafios conforme as regras, tanto no desafio, como no grupo.

O prêmio desse mês foi cedido pela El Cabriton, loja parceira do PlayReplay especializada em vestuário geek e localizada em São Paulo, na Rua Augusta, 2008. O participante que ficar em primeiro lugar na gincana deste mês receberá um cupom no valor de R$ 200,00, enquanto o segundo lugar leva um cupom de R$ 50,00. Fala aí se não vale a pena participar?!

Então não perca mais tempo e venha com a gente jogar!

Compartilhe

Continue lendo

Últimas notícias

Anime22 horas atrás

Mahou Shoujo Site | Japão denuncia o anime por seu conteúdo violento

Violência sexual e bullying são as maiores preocupações

Séries2 dias atrás

Thundercats: O Horror | Ou melhor, Thundercats ROAR — Conheça o novo desenho

Leia e contemple a destruição da sua infância

Música2 dias atrás

Fifth Harmony | Confira o clipe Don’t Say You Love Me

É o novo single do disco homônimo

Games2 dias atrás

No Man’s Sky | Update do multiplayer e versão para Xbox One chegam em julho

Depois de tanto tempo, o modo multiplayer finalmente chegará em No Man's Sky.

Música2 dias atrás

BTS | Ouça aqui o novo disco Love Yourself: Tear

Confira também o novo clipe de Fake Love!

Mangá2 dias atrás

NewPop | Mangás de Citrus e Made in Abyss chegam ao Brasil

Dois animes de sucesso chegam às bancas

Playerunknown's Battlegrounds Playerunknown's Battlegrounds
Games2 dias atrás

PUBG | Versão mobile já conta com 10 milhões de usuários

A PUBG revelou que este é o número de jogadores ativos todos os dias.

Games2 dias atrás

Kingdom Hearts 3 | Confira 10 minutos de gameplay

Depois de 5 anos de seu anúncio original, a Square Enix finalmente liberou imagens do jogo.

Games2 dias atrás

The Division 2 | Jogo será lançado no início de 2019

A empresa não liberou muitos detalhes sobre o game em si, mas pelo menos sabemos que ele deve chegar até...

Games3 dias atrás

Fortnite Battle Royale | Epic Games anuncia modo competitivo

Depois de alguns rumores e vazamentos ao longo da semana, a Epic Games confirmou a chegada de um modo competitivo...

Games3 dias atrás

Call of Duty: Black Ops 4 | Jogo terá um modo Battle Royale

O modo ser chamará Blackout e terá vários recursos e itens especiais de outros jogos da linha Black Ops.

steam capa steam capa
Games3 dias atrás

Steam Link | Aplicativo já está disponível no Android

Os usuários de dispositivos iOS ainda terão que esperar a aprovação da Apple para ver o aplicativo na App Store.

Games3 dias atrás

ONRUSH | Jogo recebe novo trailer com gameplay

O jogo está cada vez mais perto de ser lançado e agora você pode conferir ainda mais detalhes de seu...

Séries3 dias atrás

Sense8 | Netflix libera trailer do episódio final

Desfecho da série vai ao ar em 8 de junho

Games3 dias atrás

Fallout 4 | Jogo estará de graça no Xbox One

O game poderá ser aproveitado durante todo o fim de semana, mas só pelos usuários do Xbox One.

Em alta