Conecte-se conosco.

Especial

Ontem, hoje e amanhã: A evolução nos roteiros dos jogos de videogame

Publicado

em

Tramas mirabolantes cheias de reviravoltas e muitas explicações complexas. Jogar videogame hoje não é mais uma experiência ligada apenas a coordenação motora e padrões que se repetem. Estar no comando de um joystick, hoje, é ter controle sobre uma ou mais vidas, com histórias que (geralmente) tomam rumos imprevisíveis, mais ou menos como em um bom filme. E isso não para por aqui, se analisarmos a fundo a história dos jogos eletrônicos.

 

Ontem

No começo de tudo, ou um pouco ainda depois disso, os jogos eletrônicos estavam ligados apenas ao entretenimento instantâneo, em uma experiência fechada e única, sem nenhum roteiro ou motivação: você tem uma nave e está no espaço, destrói tudo e ganha pontos. Não havia, sequer, um fim. O objetivo era bater o recorde de pontos da máquina e só.

galaga-playreplay

Se Galaga fosse lançado em 2015, viria com um vídeo de 10 minutos explicando como a nave foi parar no espaço

 

Uns anos mais tarde chegou aquela empresa japonesa que todos conhecemos e redefiniu os padrões, criando jogos que tinham começo e fim, ainda que o meio não fizesse lá muito sentido. Nós éramos algo e salvávamos alguém, ponto. Esquilos saltando entre caixotes, encanadores fugindo de plantas carnívoras ou irmãos gêmeos enfrentando bandidos, não importava muito: bastava seguir à direita e uma hora chegaríamos aos nossos objetivos. Com todos os clichês dos jogos da época, como fases d’água, de lava, florestas, desertos… Como se tivéssemos que dar a volta ao mundo, passando por todo tipo de cenário para atingir os nossos objetivos.

donkey-kong-2-playreplay

Pobres macacos: atormentados por um clichê

 

Essa etapa evolutiva, não por acaso, é a minha favorita entre todo esse amadurecimento da indústria de videogames. Esse quê de fantasia que não busca criar raízes no mundo real, tem um lado místico muito mais próximo da Literatura que do Cinema, usando e abusando da nossa imaginação para dar algum sentido às suas licenças poéticas. Afinal, se a princesa sempre está no castelo rodeado por lava, o que raios o Mario vai fazer no deserto? Por que não ir direto ao encontro dela?

Esse exercício mental aliado a ausência de um roteiro fixo conferiam aos jogos um ar bastante caricato, muito por conta da tecnologia da época que não permitia grandes exarcebações. E mesmo em um RPG, gênero famoso por contar histórias longas e com muitos personagens, era necessário um grande poder de abstração para sentir empatia por um punhado de sprites e chiptunes. A cena da ópera de Final Fantasy VI sem a sua imaginação, certamente não seria nada de mais, querido leitor.

 

Hoje

Ao falar com tanto saudosismo dos jogos do passado, parece que estou aqui demonizando a indústria dos jogos e seu rumo acelerado. Não é isso! Mas eu gosto de separar esses momentos tão distintos de um mesmo produto, até para fins comparativos. Um jogo de ação dos anos 90 não tem muitas semelhanças a um jogo do mesmo gênero das gerações mais novas. E não nos cabe vir aqui dizer que um ou outro é melhor, simplesmente porque não é possível comparar um e outro em pé de igualdade. São bananas e maçãs!

Essa transformação tão brusca pode ser creditada apenas ao avanço tecnológico? Imagino que não e gosto de dar nomes aos bois. Afinal, se fosse só uma questão de tecnologia, teríamos os mesmos jogos com apenas alguns apetrechos a mais, como o som digital e alguns polígonos. Versões revistas de clássicos do passado, como foi de fato o começo da moda poligonal: Virtua Racing, Virtua Fighter, nada mais que repaginações do que já havia sido feito no passado. E aí veio Hideo Kojima, com seu brilhantismo habitual e reescreveu os rumos da indústria com a facilidade que nós apertamos os botões dos nossos joysticks, promovendo um salto gigantesco entre a brincadeira de criança e o negócio bilionário. Diretamente? Não. Sozinho? Não. Metal Gear Solid não é fruto do trabalho de um homem só, além de não ter sido o primeiro jogo tridimensional do estilo. Mas provou que é possível um jogo ter um roteiro sólido (viajado, mas sólido), digno de um bom filme.

metal-gear-playreplay

Psycho Mantis lia seu memory card como “prova” de seus poderes mentais. Metalinguagem é especialidade de Kojima

 

Daí pra frente, o movimento só se acentuou e hoje os principais jogos têm histórias profundas e enraizadas, com sequências, finais alternativos, com direito a um gênero especial onde somos espectadores e jogadores ao mesmo tempo, algo executado com maestria pelo pessoal da Telltale Games (de Game of Thrones, Walking Dead e outros), bebendo na fonte da saudosa LucasArts.

fullthrottle-playreplay

Fullthrottle: LucasArts era mestra nos adventures

 

Amanhã

Há espaço para ambos os modelos de jogos, uma vez que a audiência hoje é tão vasta. Sem querer bater na tecla do gamer ou não (afinal, o que é ser gamer?), a verdade é que uma galera que já torceu o nariz para os jogos, hoje não passa um dia sequer sem seu angry-birds-candy-crush-fruit-ninja da vida. E movimentando bastante grana!

Em um mundo com novas redes sociais surgindo a todo momento e experiências sensoriais redefinindo a relação entre o jogador e o jogo (engatinhando, eu diria), o futuro é promissor. A ideia não é favorecer um ou outro público, mas atender a demanda e entregar conteúdo de qualidade, desde a galera do sofá que curte jogos de plataforma até o empresário apressado que só quer matar os 15 minutos de translado entre um ponto e outro da cidade.

the-order-playreplay

The Order – 1886: Mais filme que jogo, não agradou e nem atendeu às expectativas

 

Jogos eletrônicos não precisam, necessariamente, seguir um formato fechado e restrito. O universo é bastante vasto e tem espaço pra todo mundo, só encontrar o que mais se adequa ao seu perfil.

Compartilhe

Formado em Publicidade e Propaganda e retrô gamer apaixonado, tem predileção pelos 8 bits. Lê e relê suas revistas de video game antigas todas as noites na hora de dormir. Antes de vir para o PlayReplay, coordenou a área de diagramação do GameBlast.

Especial

PlayReplayers | Participe da gincana no Facebook e concorra a prêmios!

Neste mês o tema são Animes e Animações

Publicado

em

Se você está aqui, com certeza é um fã de games, animes, desenhosfilmes (ou qualquer outro tema geek), não é mesmo? Nesse vasto universo nerd é comum acumularmos grande conhecimento sobre as nossas mídias e franquias favoritas, e tais conhecimento sempre são colocados em xeque — o que, convenhamos, é bem chato… a menos que seja divertido e renda prêmios maneiríssimos todo mês!


Veja também:


Essa é a proposta do grupo PlayReplayers, no Facebook. O grupo existe desde janeiro, e lá realizamos gincanas com temas diversos para testar seu conhecimento e, de quebra, concorrer a diversos prêmios! E neste mês não será diferente!

O tema atual das gincanas é Animes e Animações. Ou seja, vale animações japonesas, americanas, europeias, nacionais etc. Qualquer desenho animado pode ser a resposta certa para o seu desafio!

Aliás, hoje foi o dia de sair a primeira imagem desse desafio! E aí, acha que dá conta de acertar?

Para participar, é bem simples: basta você entrar no grupo dos PlayReplayers, preencher sua inscrição neste link e começar a responder os desafios conforme as regras, tanto no desafio, como no grupo.

O prêmio desse mês foi cedido pela El Cabriton, loja parceira do PlayReplay especializada em vestuário geek e localizada em São Paulo, na Rua Augusta, 2008. O participante que ficar em primeiro lugar na gincana deste mês receberá um cupom no valor de R$ 200,00, enquanto o segundo lugar leva um cupom de R$ 50,00. Fala aí se não vale a pena participar?!

Então não perca mais tempo e venha com a gente jogar!

Compartilhe

Continue lendo

Críticas

McItália peca pelo peso, mas tem seu valor entre os Sanduíches Campeões McDonald’s

Confira nosso review do sanduíche de Domingo no McDonald’s

Publicado

em

Como em toda Copa do Mundo FIFA, o McDonald’s do Brasil lançou em 2018 a sua linha temática Sanduíches Campeões, que traz um sanduba diferente para cada dia da semana. Domingo é dia de McItália, e preparamos um review caprichado esmiuçando sua receita, batatas, preço e custo-benefício. Clique abaixo para dar play no nosso vídeo sobre o McItália!


Veja também:


Para você se organizar e não esquecer, lembre que segunda-feira é dia de McFrança, terça tem McEspanha, quarta McAlemanha, quinta McUruguai, sexta McInglaterra, sábado McArgentina, e domingo McItália, enquanto todo dia é dia de McBrasil! O preço sugerido para a promoção com sanduíche, batatas e refrigerante é de R$ 29,90, mas é possível gastar mais R$ 2,50 para dar uma aprimorada na sua batata com uma receita especial.

No caso do McItália, a batata é aquela mesma batada fininha padrão do McDonald’s, mas servida em maior quantidade com bacon picado sobre um molho de muçarela com tomate seco. O molho infelizmente é bem sem graça, e o ponto mais fraco do pacote. O mesmo molho é utilizado no sanduíche em si, onde é acompanhado por pão brioche, queijo muçarela, polpetone, tomate e pepperoni. No sanduba, o que realmente brilha é o queijo, que ficou bem puxa-puxa e surpreende ao casar muito bem com tudo no miolo da refeição.

O pepperoni tem um gosto bem similar ao de outras cadeias de fast food e pizzas de franquias como Domino’s e Pizza Hut, ou seja, é bem sequinho e gostoso. A carne está bem melhor em relação ao McItália de outros anos, com uma consistência mais gostosa de morder, o que era o ponto fraco nas edições passadas, quando o polpetone meio que parecia com um croquete barato em sua textura.

A mistura de queijo com molho deixa a refeição bem pesada e cansativa de comer, então o lanche é mais recomendado para ser comido por duas pessoas dividindo a batata. Caso contrário, vale mais a pena pedir a batata comum, que casa melhor com o sanduba. Mesmo que você seja muito fã dos ingredientes listados acima, infelizmente o McItália acaba tendo bem pouco de sabor italiano em seu sabor. É um bom lanche, mas há várias opções melhores no menu…

McItália - Sanduíches Campeões
7 Nota
0 Leitores (0 Notas)
Prós
  • Queijo surpreendente
  • Bom pepperoni
Contras
  • Refeição pesada
  • Molho fraco
Avaliação
Entre os oito sanduíches da Copa do McDonald's, o McItália fica mais ou menos no meio da tabela. É um lanche gostoso e que alimenta bem, mas é o que mais pesa também quando você compra as batatas especiais em conjunto com o sanduíche. Seu queijo é ótimo e se destaca, mas o resultado final não é tão interessante nem tem um gosto tão característico e especial quanto deveria.
O que as pessoas acharam... Deixe a sua avaliação!
Sort by:

Seja o primeiro a deixar uma avaliação.

User Avatar
Verified
{{{ review.rating_title }}}
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe a sua avaliação!

Compartilhe

Continue lendo

Especial

McDonald’s | Chegaram os Sanduíches da Copa do Mundo!

Conheça todos os sanduíches e promoções disponíveis

Publicado

em

“Ué, achei que o PlayReplay era um site só focado em cultura pop”. E é! Mas a gente ama a Copa do Mundo, e justamente por isso estamos aqui para trazer uma notícia de utilidade pública para todo geek que se preze: a volta dos Sanduíches da Copa do McDonald’s!


Veja também:


Afinal, qual geek não gosta de curtir suas séries, jogos e filmes acompanhado por um sanduba dos bons? No site oficial do McDonald’s já é possível conferir o menu completo, basta clicar aqui para acessar a página temática da Copa do Mundo.

Como de praxe, cada dia da semana terá um sanduíche temático. Segunda-feira é dia de McFrança, terça tem McEspanha, quarta McAlemanha, quinta McUruguai, sexta McInglaterra, sábado McArgentina, e domingo McItália.

“Mas e o McBrasil?”, você pergunta. Esse pode ser comprado todos os dias da semana. Legal, hein? Eu não sei vocês, mas eu vou honrar minha tradição particular e começar a quest para provar todos eles ainda hoje. E não, esse post não foi patrocinado pelo McDonald’s, foi pura gordice mesmo.

Compartilhe

Continue lendo

Últimas notícias

life is strange life is strange
Games1 dia atrás

Life is Strange 2 | Jogo recebe data de lançamento

Ainda não se sabe qual será a trama do game ou que personagens aparecerão nele.

Música1 dia atrás

Paul McCartney | Macca revisita sucessos dos Beatles no Carpool Karoke

Teve até um show surpresa em pub!

Música1 dia atrás

Nine Inch Nails | EP Bad Witch já está disponível no Spotify

Ouça aqui o novo disco da banda

Séries1 dia atrás

Cara Gente Branca | Netflix renova a série para sua terceira temporada

Ainda não há data de estreia para os novos episódios

Games1 dia atrás

Overwatch | Assista agora à equipe do PlayReplay jogando ao vivo no Twitch!

Sexta-feira é dia de live com a equipe!

Cinema1 dia atrás

Edgar Wright | Diretor confirma estar trabalhando em documentário sobre o Sparks

Diretor volta a se envolver com o mundo da música

Música1 dia atrás

Panic! At The Disco | Ouça aqui o disco Pray for the Wicked

Confira também o vídeo oficial de Hey Look Ma, I Made It

Games1 dia atrás

World of Warcraft | MMO está gratuito neste fim de semana

Quem ainda tem curiosidade em jogar o clássico MMO, pode aproveitá-lo sem assinatura nos próximos dias.

Games1 dia atrás

PUBG | Jogo perdeu metade dos jogadores ativos no PC

Mesmo com números menores do que antes, ainda há mais de 1 milhão de jogadores ativos no game.

Games2 dias atrás

Red Dead Redemption 2 | Versão de PC pode ter sido confirmada

A Rockstar ainda não se pronunciou sobre o assunto por enquanto.

Mangá2 dias atrás

The Legend of Zelda | Panini lança o mangá The Minish Cap Phantom Hourglass

Conheça a nova Perfect Edition, de Akira Himekawa

Games2 dias atrás

Steam | Promoção de férias já está no ar!

Os usuários do Steam tem até o início de julho para comprarem seus jogos favoritos.

Games2 dias atrás

Shadowrun Returns | Jogo está gratuito no Humble Bundle

O game poderá ser adquirido de graça por mais alguns dias no PC.

Quadrinhos2 dias atrás

Star Wars | HQ de Poe Dameron é cancelada nos EUA

Charles Soule escreverá a edição final da revista

Anime2 dias atrás

Neon Genesis Evangelion | Música de abertura é relançada em versão oficial HD

Seria um sinal de que o Rebuild 3.0+1.0 está chegando?

Em alta